quinta-feira, 9 de junho de 2016

Cientista Confirma que Alienígenas Criaram a Raça Humana



Existiriam civilizações de seres humanos avançados espalhadas pelas galáxias? 

Um grupo de pesquisadores liderados pelo Professor Sam Chang, trabalhando no Projeto Genoma Humano fez uma descoberta impressionante! 

Professor Sam Chang


Eles acreditam que 97% do DNA humano que são formados, pelas assim chamadas, "sequências não-codificadas" são nada menos que códigos genéticos de formas de vida extraterrestres. 

As sequências não-codificadas são comuns em todos os organismos vivos da Terra, de células à peixes à humanos. Elas constituem grande parte do DNA humano, diz o professor Sam Chang, líder do grupo.

As sequências não-codificadas, originalmente conhecidas como "DNA-LIXO", foram descobertas anos atrás e sua função permanece um mistério. 

A esmagadora maioria do DNA humano vem de fora do nosso planeta. Esses evidentes "genes-lixo extraterrestres" simplesmente "curtem o passeio" com os outros genes ativos, passando de geração à geração.

Depois de abrangentes análises com a assistência de outros cientistas como programadores, matemáticos e outros sábios acadêmicos, o professor Chang se perguntou se o evidente DNA-LIXO humano foi criado por algum tipo de "programador extraterrestre". 

"As cadeias alienígenas dentro do DNA humano tem suas próprias veias, artérias e seu próprio sistema imunológico que resiste vigorosamente à todos os tipos de drogas anti-câncer conhecidos", observa o professor Chang.



O professor Chang estipula também que:
"Nossa hipótese é que uma forma de vida extraterrestre superior se ocupou de criar novas formas de vida e de plantá-las em vários planetas. A Terra é apenas um deles."

E continua: "Talvez, após programar-nos, nossos criadores se ocuparam de criar-nos como criamos bactérias em laboratórios. Nós não sabemos seus motivos, se era para ser um experimento científico, ou um jeito de preparar novos planetas para a colonização, ou se é um trabalho de longo prazo de semeação de vida no universo".

Chang, além disso, ressalta que "Se nós pensarmos nisso em termos humanos, os supostos "programadores extraterrestres" provavelmente estavam trabalhando em "um grande código" consistente de vários projetos, e esses projetos devem ter produzido várias formas de vida para vários planetas. Eles também devem ter tentado várias soluções. Eles escreveram "o grande código", executaram-no, não gostaram de algumas funções, mudaram-no ou adicionaram novas funções, executaram-no novamente, fizeram melhorias, tentaram novamente e novamente".


Além disso, o time de pesquisadores do professor Chang conclui que "Os "programadores extraterrestres" talvez tenham sido ordenados a excluir todos os seus planos idealísticos para o futuro quando se concentraram no "projeto Terra" a fim de terminá-lo no prazo adequado.

Provavelmente com pressa os "programadores extraterrestres" cortaram drasticamente o "grande código" e o entregaram somente com as características básicas planejadas para a Terra.

Chang é somente um de vários cientistas e outros pesquisadores que descobriram origens extraterrestres para a Humanidade.

Chang e seus colegas mostram que as aparentes lacunas no sequenciamento do DNA, precipitadas por uma suposta pressa em criar a vida humana, presenteou a raça humana com o ilógico crescimento desordenado de células que conhecemos por câncer.


O professor Chang ainda aponta que:
"O que vemos em nosso DNA é um programa consistindo de duas versões, um código básico e um grande código". 

Chang então afirma que:
"O primeiro fato é que o programa completo absolutamente não foi escrito na Terra, isto é um fato confirmado. O segundo fato é que os genes, por si sós, não são suficientes para explicar a evolução, deve haver algo mais "no jogo". 

"Cedo ou tarde", diz Chang, "nós teremos que enfrentar a inacreditável ideia de que toda a vida na Terra carrega códigos genéticos de nossos "primos extraterrestres" e que a evolução não se deu do jeito que pensávamos". 


As implicações severas, porém empolgantes, destas descobertas cientificas reforçariam ainda mais as alegações de outros cientistas e observadores sobre terem contato com extraterrestres de aparência humana.

Os supostos extraterrestres de aparência humana teriam fornecido alguns dos importantes materiais genéticos para a evolução humana, e muitos desses extraterrestres permitiram alguns membros de sua equipe de incarnarem como ‘sementes estelares’ na Terra, em famílias humanas.

Em 2013, cientistas do Cazaquistão confirmaram que o DNA humano estava codificado com um sinal extraterrestre por uma civilização alienígena antiga, a qual visitou a Terra antes de nossa existência.


Os cientistas agora chamam isto de ‘SETI biológico” e alegam que o código matemático no DNA humano não pode ser explicado pela evolução, assim são levados à conclusão de que temos uma origem alienígena.

Em resumo, somos todos recipientes que vivem e respiram para algum tipo de mensagem alienígena, a qual pode ser mais facilmente usada para detectar vida extraterrestre do que as transmissões via rádio. Talvez seja por isto que muitos de nós estamos começando a ‘acordar’!

“Uma vez consertado, o código poderia permanecer imutável por escalas de tempo cosmológicas; de fato, ele é a construção mais durável conhecida”, escreveram os pesquisadores no periódico científico Icarus. “Assim, ele representa uma armazenagem excepcionalmente confiável para uma assinatura inteligente.  Uma vez que o genoma seja apropriadamente reescrito, o novo código com a assinatura ficara congelado na célula e sua progenitura, que poderia então ser entregue através do espaço e tempo.”


Sua importante pesquisa levou os cientistas a concluírem que fomos inventados “fora do sistema solar, já há vários bilhões de anos.”

Um mistério permanece: Se somos a criação de alienígenas, quem então os criou?

Estaria o DNA dentro de nós dando início a este ‘despertar em massa’ por todo o mundo?

Tudo isso são apenas conjecturas e não reflete necessariamente uma verdade absoluta sobre nossas origens, tampouco a ideia de que há dentre nós seres encarnados de outros planetas. 

De qualquer forma, ainda há muito que percorrermos para alcançarmos a verdade.







Fontes: http://www.semprequestione.com/2016/03/religiosos-estao-em-choque-cientista.html#.V1QRgJErLIU
http://ovnihoje.com/2016/03/28/cientista-diz-que-ets-criaram-os-humanos/
http://verdademundial.com.br/2016/03/cientista-diz-que-ets-criaram-os-humanos/



2 comentários:

  1. Todas as suposições humanas acerca da criação e seus fenômenos têm como denominador comum sempre um ser mais poderoso e inteligente, para explicar o desconhecido o ser humano sempre projeta em última instância a sua imagem, no caso de nossas origens pode se excluir o poder e deixar a inteligência como intermediária, mas a matriz são as Particulas, que criam organismos biológicos apenas em mundos secundários, as particulas formam campos de energia destinados á todos os fins á que se propõem as Leis Universais, sem a necessidade de Deuses ou ETs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiz Lima, seja bem vindo!

      Agradecemos a sua visita e participação.

      Um grande abraço

      Excluir