sábado, 27 de fevereiro de 2016

Ayurveda




Ayurveda é o nome dado ao conhecimento médico desenvolvido na Índia há cerca de 7 mil anos, o que faz dela um dos mais antigos sistemas medicinais da humanidade.  

A palavra Ayurveda em sânscrito é formada por duas partes: ayus ou vida e veda ou conhecimento. Significa "ciência da vida", em sânscrito, e trata-se de um sistema medicinal alternativo que une bem-estar e saúde.

O Caraka Samhita (compêndio de Caraka), principal texto de clínica médica, defini ayus da seguinte forma:“O termo ayus é a combinação de corpo, órgãos dos sentidos, mente e alma” 

Segundo esta definição Ayurveda é o conhecimento ou a ciência da vida e possui uma evolução e desenvolvimento de milhares de anos no subcontinente indiano. 

Ayurveda continua a ser a medicina oficial na Índia e tem-se difundido por todo o mundo como uma técnica eficaz de medicina tradicional. 


O objetivo desta ciência é estudar as influências destes elementos na natureza e no ser humano, dentro desta filosofia o Homem é um microcosmo do universo, o macrocosmo. 

A fonte escrita deste conhecimento são livros muito antigos, conhecidos como os Vedas. Os Vedas contêm informações científica e prática em uma ampla variedade de questões, incluindo filosofia, lógica, engenharia, agricultura, economia e política, entre outros assuntos. Estas áreas são fascinantes, mas há um destes livros que explora apenas um dos ramos do conhecimento védico - o da saúde, a Ayurveda.


O conhecimento védico baseia-se no princípio do equilíbrio natural dentro do corpo e a harmonia com o meio ambiente. As pessoas são vistas como parte integrante do seu habitat - não como uma entidade separada do mundo natural. 

Obter e manter o equilíbrio do corpo e da mente, e com o ambiente externo, é um dos objetivos deste conhecimento. Viver em harmonia com a natureza e de acordo com princípios naturais garante saúde física e paz de espírito.

A Manutenção da saúde é baseada em nada mais complexo do que o entendimento das características de seu corpo e as qualidades dos alimentos que ingerimos. Muitos remédios para doenças comuns podem ser simples e rapidamente preparados em sua própria cozinha com ervas amplamente disponíveis.


Entender essa filosofia de vida permite que você se torne seu próprio "curador". Você aprende sobre o seu corpo, como ele funciona e como tratá-lo através de dieta e remédios naturais. 

Ayurveda é um sistema unificado que engloba todos esses aspectos. O melhor de tudo é que ela envolve apenas a adaptação da sua dieta e estilo de vida.

A medicina ayurvédica é conhecida como a mãe da medicina, pois seus princípios e estudos foram a base para, posteriormente, o desenvolvimento da medicina tradicional chinesa, árabe, romana e grega. 

Houve um intercâmbio de informações com o Japão, que tinha a mesma necessidade dos indianos: criar uma medicina barata para atender às suas populações muito pobres e gigantescas, por essa razão existe muito da medicina japonesa nos conceitos de ayurvédica. As duas desenvolveram técnicas muito eficientes e de baixo custo para o tratamento.


A doença, para a Ayurveda, é muito mais que a manifestação de sintomas desagradáveis ou perigosos à manutenção da vida. 

A Ayurveda, como ciência integral, considera que a doença inicia-se muito antes de chegar à fase em que ela finalmente pode ser percebida. Assim, pequenos desequilíbrios tendem a aumentar com o passar do tempo, se não forem corrigidos, originando a enfermidade muito antes de podermos percebê-la.

A Medicina Ayurvedica afirma que tudo no universo é formado pelos 5 elementos básicos da natureza, chamados panchamaha-bhutas, inclusive o corpo físico, são eles: espaço ou éter, ar, fogo, água e terra. 


Os elementos se unem dois a dois para formar os doshas ( humores biológicos) que atuam na nossa fisiologia assim como na formação dos desequilíbrios psicofísicos. Espaço e ar formam o dosha Vata, fogo e água geram o dosha Pitta e água e terra formam o dosha Kapha. 

Podemos afirmar que os doshas são as expressões fisiológicas dos 5 elementos quando existe equilíbrio, porem quando ocorre uma desarmonia tornam-se suas expressões patológicas.


O dosha Vata, espaço e ar, é frio, leve, seco, móvel e rápido, atua principalmente nas funções excretória e nervosa. No tubo digestivo localiza-se no intestino grosso. Vata desequilibrado ou patológico gera um quadro clínico relacionado ao aumento de espaço e ar (movimento) no nosso corpo físico: secura, frio, perda de peso, inquietação, gases, prisão de ventre, ansiedade, medos, depressão e insônia. Algumas doenças relacionadas ao dosha Vata: fibromialgia, artrose, dores em geral, problemas de coluna, cefaléia, constipação, flatulência, colite, síndrome do intestino irritado, síndrome bipolar, doença de Parkinson, demência senil.



O dosha Pitta, fogo e água, é quente, moderado e oleoso ( úmido), atua principalmente na função metabólica e digestiva. No tubo digestivo localiza-se no estomago e duodeno ( intestino delgado). Pitta desequilibrado ou patológico promove um quadro clínico relacionado ao aumento de fogo e água ( calor e umidade) no nosso corpo físico: azia, queimação abdominal, fezes soltas, calor no corpo, aumento da sudorese ( suor), pele sensível e vermelha, olhos vermelhos, irritabilidade e agressividade. Algumas doenças que podem estar relacionadas ao dosha Pitta: gastrite, ulcera digestiva, regurgitação, diarréia, hepatite, inflamações, acne, crises de fúria e ciúmes, climatério e menopausa, enxaqueca e estresse exacerbado.


O dosha Kapha, água e terra, é pesado, oleoso ( úmido), frio e lento, atua na função estrutural e de lubrificação dos tecidos. Kapha desarmônico ou patológico gera um quadro clínico relacionado ao aumento de água e terra no nosso corpo físico: peso corporal aumentado, lentidão, preguiça, oleosidade, secreções, embotamento mental. As doenças que podem estar relacionadas ao dosha Kapha: obesidade, diabetes, aumento do colesterol, bronquite, sinusite, tosse com secreção, alergias respiratórias, lentidão em todas as funções físicas e mentais e apego exacerbado.


O Ayurveda é uma medicina complexa e completa e utiliza diversas ferramentas terapêuticas para equilibrar os doshas: massagem ayurvedica, óleos medicinais, dieta, rotina diária de hábitos saudáveis, oleação e sudação (purvakarma), fitoterapia (uso terapêutico das plantas medicinais), terapias purificadoras (panchakarma), medicamentos com metais, minerais e pedras preciosas (rasa shastra), recomendação de atividade física, prática de yoga e meditação.


“Aquele que satisfaz-se diariamente com alimentos saudáveis e com atividades que discriminam (o bom e ruim em tudo e age sabiamente), que não é apegado (demasiadamente) aos objetos dos sentidos, que desenvolve o ato da caridade, que considera todos como iguais (agindo com gentileza), com sinceridade, com perdão e mantendo a companhia de pessoas boas, torna-se livre de todas as doenças”(Vagbhata, Astanga Hrdayam)


Para o indivíduo ter o corpo saudável é necessário manter seus tecidos saudáveis e isso é possível por meio da alimentação, que deve ser feita de acordo com o estado atual do paciente, ou seja, de acordo com seu dosha predominante e com os desequilíbrios que ele possa apresentar. 

Os tecidos que formam o corpo humano são formados a partir dos 5 elementos, que consumimos em forma de alimento.


Além de se utilizar de alimentação adequada, fitoterapia, yoga e outras técnicas, a massagem é uma das principais técnicas utilizada pelos médicos e terapeutas ayurvédicos, por ser de baixo custo e fácil aplicação. 

Surgida na cultura dos Vedas (antiga etnia indiana), não é apenas uma das mais antigas e sim uma das mais completas técnicas naturais para restabelecer o equilíbrio físico e psíquico. 

Trata-se de uma massagem profundamente relaxante, atuando no campo físico e energético, tendo a função de purificação e manutenção da saúde corporal. Tem como objetivo restaurar o bem-estar físico, mental, energético e emocional.

A massagem ayurvédica age nos sistemas: linfático (desintoxicando o organismo), circulatório (aumentando a produção de glóbulos brancos e a nutrição e oxigenação celular) e energético (reequilibrando o chakra e atuando nos sete corpos - desfazendo bloqueios emocionais). Dessa forma contribuindo na cura das principais doenças.


É importante ressaltar que, para uma massagem ser ayurvédica, deve levar em consideração os doshas do paciente, seus desequilíbrios e suas características. É uma prática individualizada, específica para cada tipo de pessoa. Não existe apenas uma técnica de massagem na Ayurveda, mas sim diversas delas, que são feitas com óleos essenciais medicados, de acordo com o dosha do indivíduo.

Alegadamente fortalece o sistema imunológico aumentando a quantidade de glóbulos brancos e desintoxica o organismo, mas não existem evidências.

É indicada como um dos tratamentos para quase todas as doenças, principalmente: dependência química, alergias, estresse, estafa, fadiga, depressão, fibromialgia, bloqueios emocionais, problemas musculares e de coluna, lembrando que na Ayurveda não se trata a enfermidade, mas sim o indivíduo. Deve ser ministrada com cuidado em gestantes.


Reconhecida pela OMS (Organização Mundial da Saúde) a massagem ayurvédica é utilizada por quase toda população da Índia e está sendo amplamente divulgada no mundo.

Benefícios proporcionados pelo tratamento com a massagem ayurvédica: Rejuvenescimento (melhora na pele), realinhamento das estruturas óssea e muscular, aumento da autoconsciência, fortalecimento do sistema imunológico, aceleração da circulação linfática e consequente desintoxicação do organismo; eliminação de bloqueios, prevenção de doenças, aumento de flexibilidade, reequilíbrio dos chakras, atuação nos sete corpos sutis, maior mobilidade das articulações e possibilita uma vida mais harmoniosa e feliz.



A nutrição ayurvedica é uma das especialidades da medicina tradicional indiana. Esse sistema holístico ancestral define a saúde como o resultado do equilíbrio entre o corpo físico, a alma (atman), a mente (manas) e a energia vital (prãna), e não apenas a ausência de doenças. 

Os alimentos são considerados sagrados e a alimentação adequada é um dos principais pilares da saúde. Na prática, nutrição e medicina são indissociáveis. Todo médico ayurvédico tem amplo conhecimento da nutrição e prescreve dietas, observando características biopsicosociais individuais para manutenção da saúde e/ou com finalidade dietética. Essa nutrição busca, portanto, prevenir ou curar desequilíbrios e doenças.

Portanto, o princípio básico da alimentação ayurvedica é prevenir e manter a saúde do corpo e da mente por meio de uma dieta e um estilo de vida harmonioso.








Fonte:http://ayurveda.com.br/a-medicina-ayurvedica-ou-ayurveda/
http://www.namu.com.br/alimentacao/ayurvedica/o-que-e
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ayurveda
http://shaumbramion.blogspot.com.br/p/o-que-e-ayurveda-ayurveda-e-umaciencia.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário