sábado, 19 de dezembro de 2015

Canalizações e Canalizadores



No processo de desenvolvimento da consciência ou espiritual, um grande número de distorções, desvios e desequilíbrios, são produzidos pela ideia de que é uma grande conquista canalizar mensagens de Seres Superiores ou Seres de Luz, e que só assim saberemos o que fazer e qual é o caminho verdadeiro.

Em verdade o que é pedido pelos Mestres, é apenas que cada um aprenda antes de tudo, a canalizar a si mesmo, a buscar as intuições e as orientações que nascem na própria Alma, se tornando gradualmente sensível aos seus próprios níveis espirituais e as instruções que verdadeiramente ressoam através deste circuíto divino dentro do si. 

A diferença de status entre aqueles ditos "canalizadores" e os "não canalizadores", é uma grande bobagem produtora de anseios falsos que desfocam o objetivo. 

Desenvolve-se até disputas de afirmação de vaidades entre aqueles "capazes" de captar recados de Seres famosos, ou de quem consegue escrever mais páginas "canalizadas" e com maior frequência de conexão. 



Deste modo, busca-se diferenciação, reconhecimento, galgar posições de liderança, público para preencher os espaços, etc. 

Afinal, se aquele Ser de Luz "falou" com ele, então ele deve ser especial ou mais evoluído. A ilusão de que se pode ter acesso direto a Energias e mensagens superiores, sem antes crescer em consciência dos seus próprios níveis internos, por si só, já vai produzir uma série de anomalias, de fantasias artificiais, de invencionices místicas e o pior, a perda progressiva do discernimento.

Muitos se enganam imaginando estarem espiritualmente avançados, apenas porque já estão canalizando alguma "coisa" do além, de outros mundos ou dimensões. 



Os canalizadores se transformaram em celebridades, seguidos com paixão e adoração. Ninguém se atreve a indagar ou refletir sobre nada do que é dito. Em muitos casos, os que são meros canais, se transformam em "iluminados", da noite para o dia.

Outros buscam instruções seguras em mensagens autografadas por Seres elevados, e enquanto isto, se perdem das lições de sabedoria do seu próprio coração. 

O mais evidente nessa situação é a  histeria de idolatria pelos seres canalizados. Existe quase uma mística de que se foi "A" ou "B" quem enviou tal mensagem, devemos simplesmente seguir sem questionar, ou seja, engolir sem mastigar.

As comunicações com os Mundos Superiores, é quase sempre incompatível com o nível de consciência daqueles que alimentam o desejo de obtê-las, mesmo que seja um desejo inconsciente. 


O cultivo e a valorização deste caminho feito de acompanhar palavreados decantados de Seres magníficos é um desvio, pois, ao invés de se aspirar a clareza gradual e o discernimento que brotam dos níveis superiores de si mesmo, e mais profundamente do próprio Mestre interno, o que requer grande transformação; busca-se o atalho de estabelecer relações de dependência com entidades mágicas flutuantes, de preferência com nomes bem conhecidos, que pareçam ter vindo de patamares elevados, para trazer "sorte" e instruções de preparo instantâneo ou pré-mastigadas. 

Há uma tendência à entregar toda sua mestria interna, às mensagens canalizadas,  acompanhando e seguindo instruções, como membros de seitas misticas, que beiram ao fanatismo.


Nesta ilusão evolutiva, vários "instrutores canalizadores" ensinam, que a verdadeira entrega necessária para se tornar um canal, implica um certo tipo de emudecimento da mente ou de anulação emocional e física e demonstram que a intuição deles é sempre mais importante que a sua, afinal eles estão canalizando Super-Seres, e o que você poderia acrescentar com a sua pequenina visão? Provavelmente nada, a não ser uma obediência cega, robótica, fanática ou boba.

Segundo seus canais, os tidos seres superiores nos transformam, enquanto humanos, em pequenas pessoas, incapazes de encontrar nossos caminhos, sem suas ajudas.

E eles costumam dizer: "a Hierarquia Fulana está falando isso", "a outra Ciclana está pedindo aquilo", "tal Irmão Maior indicou tal mantra, tal prática ou oração", mas na verdade a Alma deles está apontando para outra coisa, bem mais simples e transformadora, que eles se recusam a ver. 





E neste orgulho messiânico, passam a desconsiderar todos os alertas de boa vontade, desqualificando-os como críticas destrutivas, desconfianças, fraquezas egoicas, traições, falta de Fé, etc. 

Assim, eles vão anestesiando a consciência, da incoerência ética que estão praticando, ao tingir as ditas mensagens, com todo tipo de justificativas aos métodos, cheios de segundas intenções, que buscam propagar ou influenciar.

Cada um foi escolhido para desenvolver o seus próprios dons espirituais. Mas, será que estou realmente praticando os meus dons? Será que estou percorrendo a minha curva de liberdade?

Muitos, ao invés de procurar trabalhar internamente, em conformidade com os seus dons crísticos, e, com ajuda da Graça, ir construindo pontes para os níveis de consciência superior, para poderem acessar conhecimentos e energias mais avançados; buscam, apenas contato com seres que se apresentam como Grandes e prolixos mensageiros, mas que na verdade não tem nada para dizer, a não ser aquelas mesmas coisas hipnóticas de sempre, que confirmam as expectativas daquele padrão de psiquismo individual ou grupal. 


É como uma pessoa que liga sempre no mesmo horário-canal de TV e já sabe o que vai aparecer e os padrões de emoções que vai sentir, não há nada ali que realmente ajude a despertar, a iluminar ou a ativar o mental superior, não há coerências finas em ressonâncias com o nosso próprio ser, ou seja, a Alma não está sendo verdadeiramente alimentada ou abençoada.

E aqueles, que com sua presença simpática ou curiosa avalizam isto, se tornam cúmplices destes esquemas.


Sim, por que a legião de seguidores e dependentes de mensagens, que circulam os canalizadores, beira o irracional.

Neste sentido muitos querem ser amigos e devotos do Super-Canalizador, de ter as noticias atualizadas das suas aventuras, dos seus poderes, e contar a proteção para os seus medos. 

Mas realmente não querem se transformar em seres mais evoluídos, pois teriam que assumir a voltagem e a responsabilidade que isto acarreta.


Querem apenas milagres superficiais, estudos fáceis, algo que compense as carências, sensações exóticas e garantias de retorno ao estado superior; mas sem percorrer pacientemente a trilha interna da Cura profunda e da ativação dos Dons, que são as pétalas da Transfiguração.

Canalizar é apenas uma fidelidade fina, é ir se tornando capaz de sintonizar, de ouvir e de costurar, as sábias revelações que a própria Alma vai mostrando, cada vez mais claras, coerentes, sintéticas e adequadas para o momento.

E vamos compreendendo a nossa própria força, estilo, e principalmente as profundidades da nossa própria história, e desenvolvendo um olhar cada vez mais amoroso para com o mundo a nossa volta, e não a competência de julgá-lo.



Canalizar não é se tornar uma máquina zerada com mais ou menos precisão de repetição, isto é uma coisa ultrapassada. O que os Mestres buscam, são aqueles capazes de participar de uma transmissão contribuindo com as radiações da sua própria Fonte original, sem que o ser de luz precise dizer todas as letras e todas as cores: assim o resultado se torna mais vivo, mais original e legítimo. 


Da mesma maneira que os nossos guias não precisam aparecer, os Seres de luz se doam anonimamente, e as suas Comunicações estão diluídas na maneira como alcançamos uma nova compreensão, um novo nível de verdade.

Assim, estes Humildes Seres que nos ajudam a avançar, a entender e a descobrir as essências e os propósitos, quase sempre não assinam os seus Nomes cósmicos nas mensagens. 

Inclusive para aprendermos a reconhecer a Ardência além da aparência. E mesmo que a inspiração Deles seja determinante numa fala, num texto, ou numa mensagem, Eles preferem deixar que cada um assine as suas próprias conquistas de revelações, Eles nos tornam autores responsáveis pelas nossas descobertas.

Afinal, o que conta é o nosso amadurecimento, e, se a nossa essência já habita as esferas superiores, então ela pode falar por si mesma, Eles apenas facilitam esta aproximação. 



É quando eu canalizo o Eu que a minha Identidade Cósmica aparece. 





* Essa postagem apresenta a integração de dois textos de: Nelson Martinez Prazeres e Dagmar Araujo.

8 comentários:

  1. Confesso que fiquei surpresa com esta Fantástica postagem! ;-)
    Afinal, é preciso Coragem para abordar um "tema" tão recorrente e atual!

    Canalização virou "moda". Praticamente uma "febre" nos últimos 20, 30 anos.
    E essa "moda" tem arrastado centenas de pessoas a aderirem aos "experts" e "escolhidos" para tal "missão", engrossando as fileiras dos dependentes do "além".
    Pessoas que, ainda hoje, prescindem de supostas "mensagens" ditas "canalizadas" por seres "especiais" que, evocam a presença de "seres supra lumínicos", "mestres" e "mestras" disso e daquilo, "anjos e arcanjos" de todos os matizes e funções, "famosos seres desencarnados" e que caem e recaem em repetições exaustivas e insípidas pois só levam ao que eu denomino de: "um pouco mais do mesmo".

    Nada melhor do que seguir a própria "bússola interior" e Revelar-Se a Si mesmo(a)!

    Agradeço, também, ao Nelson Martinez Prazeres e a Dagmar Araújo!

    Grata e um Grande Abraço! \0/\0/\0/

    Cecy.

    ResponderExcluir
  2. FINALMENTE ALGUÉM TEVE A CORAGEM DE DESMASCARAR ESSE FANATISMO HEDIONDO!
    RENDO GRAÇAS AO MUITO ALÉM PELA INICIATIVA!!

    ResponderExcluir
  3. Muito boa tarde, o meu nome é João Abrantina e sou Canalizador. Adorei ler o seu artigo, PARABÉNS!

    É necessário que cada Um assuma o seu Poder Pessoal e, sobretudo, se mantenha absolutamente consciente que o seu Propósito está se realizando, de modo que o Criador possa se expressar na sua realidade através das suas atitudes, dos seus sentimentos e das suas palavras.

    Cada humano é um Criador potencialmente poderoso e, neste momento, há muitos níveis da Experiência que estão se deslocando, enquanto vocês se ELEVAM.

    ResponderExcluir
  4. Interessante abordagem, creio que isto nos chama a responsabilidade do "EU", do meu compromisso "a priori" das escolhas e atos e atitudes. COCRIADORES, onde as escolhas dependem primeiramente de mim.

    ResponderExcluir
  5. Estou rindo sozinha, ontem mesmo discordei de um link e depois fiquei mal. Agora veio a resposta . Temos responsabilidade por nossas ações pessoais que causam damos a nós mesmos e também ao coletivo porque estamos destruindo o planeta em que vivemos. Quem não cuida de si mesmo não cuida de nada. Temos a tendência de seguir a maioria acho que por medo de sermos diferentes e/ou responsabilizar os outros por erros que são nossos. Ja´tinha visitado essa página. Grata

    ResponderExcluir
  6. Reitero as palavras do Caio Amaral(Parabéns ao Muito Além!)
    Acho que uma síntese dessas canalizações marianas que estão na moda,
    já daria um bom artigo de utilidade publica.
    Eu sempre costumava conhecer gurus celebridades
    e digo que nem minha visita
    ao "Inri Cristo" em Brasília foi frustrante
    quanto o circo que queriam armar para
    o meu encontro com o Trigueirinho,
    mais fácil seria ir ter com o Vissarion
    que é muito mais popular. E quando eu disse aos seus
    sequazes que não carecia de armar o circo, eles me repudiaram, eles
    que atualmente promovem uma aparição mariana esquizofrênica
    extremamente fácil de ser desmascarada, se a elite permitisse a um médico psiquiatra comparar as canalizações dos dois videntes em situação de isolamento.
    Mas a seita é muito bem organizada. Recomendaria o bom filme "o rito do medo" para os membros destas seitas, se estes pudessem ouvir. Obrigado ao Muito Além.

    ResponderExcluir
  7. Literalmente fui chamada, fui acordada por uma voz masculina me disse assim "Procure Arcanjo Miguel", e sem titubear fui a procura dele, E estou surpresa e muito feliz com as coisas que estão me acontecendo. Gratidão aos Arcanjos e aos mestres ascencionados por me proporcionar essa oportunidade. Gratidão a Deus por me dar os sentidos de alertas para que eu possa saber em quem posso confiar. Aos canalizadores eu suplico que sejam humildes e verdadeiros ao receber e transmitir as mensagens. Eu sou

    ResponderExcluir
  8. Perfeito! Gratidão por ter coragem de tocar neste assunto tão sério e preocupante.

    ResponderExcluir