sábado, 11 de julho de 2015

GLÂNDULA TIMO - A CHAVE DA ENERGIA VITAL




No meio do peito, bem atrás do osso onde a gente toca quando diz “eu”, fica uma pequena glândula chamada timo.

Seu nome em grego, thýmos, significa energia vital. 

Precisa dizer mais?

Precisa, porque o timo continua sendo um ilustre desconhecido. Ele cresce quando estamos contentes, encolhe pela metade quando estressamos e mais ainda quando adoecemos.

Essa característica iludiu durante muito tempo a medicina, que só conhecia através de autópsias e sempre o encontrava encolhidinho. 

Supunha-se que atrofiava e parava de trabalhar na adolescência, tanto que durante décadas os médicos americanos bombardeavam timos adultos perfeitamente saudáveis com megadoses de raios-X achando que seu “tamanho anormal” poderia causar problemas.

Mais tarde, a ciência demonstrou que, mesmo encolhendo após a infância, ele continua totalmente ativo; é um dos pilares do sistema imunológico, junto com as glândulas adrenais e a espinha dorsal, e está diretamente ligado aos sentidos, à consciência e à linguagem. Como uma central telefônica, por onde passam todas as ligações, faz conexões para fora e para dentro.




O Timo é a Glândula das “maravilhas” situada ao nível do coração, atrás do esterno (osso achatado, situado na parte anterior da caixa torácica e que está ligado às costelas). 

No feto ela é grande, estende-se da região do pescoço até o diafragma (região de abdômen); durante a infância ela começa diminuir e após a puberdade ela diminui mais ainda. Possui a forma piramidal, mesmo ao atrofiar-se, e sua falta afeta a Glândula Pineal (o Pai cerebral).




É o Chakra da expressão do Amor e da compaixão, no entanto, seu giro energético divergente acarreta ao coração de carne e pulmões prejuízos, assim como às artérias coronárias. Quando esta glândula está ativa, o organismo não envelhece.


Se somos invadidos por micróbios ou toxinas, o Timo reage produzindo células de defesa na mesma hora.

Mas também é muito sensível a imagens, cores, luzes, cheiros, sabores, gestos, toques, sons, palavras, pensamentos.

Amor e ódio o afetam profundamente.



Ideias negativas têm mais poder sobre ele do que vírus ou bactérias. Já que não existem em forma concreta, o timo fica tentando reagir e enfraquece, abrindo brechas para sintomas de baixa imunidade, como herpes.

Em compensação, ideias positivas conseguem dele uma ativação geral em todos os poderes, lembrando a fé, que remove montanhas.



A ORIGEM DO TIMO DESDE A ANTIGUIDADE

Assim, a origem da palavra timo remonta à antiga Grécia, e, possivelmente, à civilização indo-européia. Na Grécia, a palavra “thymos” foi utilizada por Platão e seu mestre Sócrates, assim como por Homero. 



Há indicações de que, para os gregos, thymos significava a alma ativa, a alma perecível – diferente da psyché ou alma passiva e imortal. Essa alma ativa seria equivalente à razão, à consciência (“awareness”) e estaria associada à respiração (sopro, alma, palavra), ao coração (desejos e intenções) e ao fígado (emoções).


CARACTERÍSTICAS DA GLÂNDULA TIMO

1-É muito sensível a imagens, cores, luzes, cheiros, sabores, gestos, toques, sons, palavras, pensamentos.

2-Amor e ódio o afetam profundamente.

3-Idéias negativas têm mais poder sobre ela do que vírus ou bactérias.

4-Em compensação, ideias positivas conseguem dele uma ativação geral em todos os poderes, lembrando “a fé que remove montanhas”.


O teste do pensamento




Um teste simples pode demonstrar essa conexão.

Feche os dedos polegar e indicador na posição de ok, aperte com força e peça para alguém tentar abri-los enquanto você pensa “estou feliz”. Depois repita pensando “estou infeliz”.

A maioria das pessoas conserva a força nos dedos com a ideia feliz e enfraquece quando pensa infeliz (substitua os pensamentos por uma bela sopa de legumes ou um lindo sorvete de chocolate para ver o que acontece).

Esse mesmo teste serve para lidar com situações bem mais complexas.


As reações são consideradas respostas do timo e o método, que tem sido demonstrado em congressos científicos ao redor do mundo, já é ensinado na Universidade de São Paulo (USP) a médicos acupunturistas.

O detalhe curioso é que o timo fica encostadinho no coração, que acaba ganhando todos os créditos em relação a sentimentos, emoções, decisões, jeito de falar, jeito de escutar, estado de espírito… “Fiquei de coração apertadinho”, por exemplo, revela uma situação real do timo, que só por reflexo envolve o coração.




O próprio chacra cardíaco, fonte energética de união e compaixão, tem mais a ver com o timo do que com o coração – e é nesse chacra que, segundo os ensinamentos budistas, se dá a passagem do estágio animal para o estágio humano.

Existe uma relação entre a glândula timo, o chakra cardíaco, o sistema imunológico e a espiritualidade. Esse caminho de auto-defesa somente é alcançado através de uma rigorosa disciplina espiritual e amor a si mesmo e ao próximo. Temos que abrir nossos corações ou chakras cardíacos, porque é a ordem cósmica das leis de Deus.



Esta glândula, embora pouco conhecida na etapa mediúnica, é de importância fundamental dentro de alguns dons, como o da clarividência e o da cura. Estimulá-la implica em estimular a recepção de energias de amor, que desbloqueiam o chacra cardíaco, tornando-o mais aberto e sensível. Todas as vezes que a estimulamos energeticamente, também auxiliamos o aperfeiçoamento mediúnico.


Localiza-se por detrás do coração, em sua região imediatamente superior. Fisiologicamente, regula a construção e a expansão das artérias e vasos venosos; ajuda a regular o ritmo cardíaco e o movimento de bombeamento do sangue vesicular, influindo, portanto, na circulação sanguínea. 

Por vezes, também é estimulada em seu funcionamento pela forte emissão do sentimento, seja positivo ou negativo, segregando e produzindo a adrenalina.




"A glândula Timo é das mais reguladoras e uma das que mais são sensíveis diante das nossas atitudes.Se nós tivéssemos o amor da alma fluindo livremente para ir aonde tem que ir e fazer "aquilo" que tem que fazer, sem estar restrito a personalismos, exclusivismos e coisas determinadas, a glândula Timo teria um funcionamento perfeito e no seu funcionamento perfeito ela expandiria cada vez mais o nosso amor, e nos faria amar até coisas que nós nem conhecemos. O mistério dessa glândula é ela nos levar a um amor completamente CÓSMICO, completamente infinito." - *Trigueirinho

Segundo o médium Trigueirinho, "Essa glândula tem a possibilidade de te colocar em contato com o amor universal e incondicional.
Mas, quando você diz:
- Eu amo mais este do que aquele.
- Eu gosto mais disto, do que daquilo.
A sua glândula Timo vai ficando reduzida, ela fica reduzida na sua "função primordial."

A pessoa precisa da secreção da glândula Timo para humanamente, fisicamente, ter esse sentido de universalidade e ser totalmente saudável. "

Energeticamente, A glândula Timo tem sua principal tarefa, a de servir de mediadora entre a energia provinda das emoções e o dos fios energéticos conectados ao chacra cardíaco, distribuindo sua alta vibração pelos nádis, a partir do coração etérico, num movimento vertical (para cima e para baixo). 




Portanto, é responsável direta pela resposta emocional ao organismo, e pela sensibilização da mente através das energias que retém, provenientes do meio externo no qual o indivíduo convive. Estimulada em seu funcionamento, torna o indivíduo mais emotivo e menos racional, mais sensível às emoções e sentimentos alheios, e menos egocentrado em suas próprias necessidades.

Portanto, psicologicamente, é essencial ao estímulo energético proveniente dos sentimentos. Sua absorção energética, no entanto, estará condicionada ao estágio evolutivo/moral do indivíduo. 



Ou seja, ela captará e absorverá a vibração sentimental de mesmo teor com o qual estagia seu espírito. No entanto, estimulada em seu funcionamento, torna-se mais receptiva a energias de vibrações mais sublimes e sutis, provenientes de sentimentos mais puros e sublimes.







Fonte:http://verdademundial.com.br/2015/06/glandula-timo-a-chave-da-energia-vital/
https://portal2013br.wordpress.com/2015/04/26/glandula-timo-a-chave-da-imunidade-e-da-energia-vital/
http://terapiaespiritualdecura.blogspot.com.br/2012/08/glandula-timo.html

Um comentário:

  1. Gostei muito de saber que cabe a glândula Timo ,nosso sistema imunológico e que devemos pensar e viver o bem que nela encontramos as reações ao amor e ao ódio .Pensar positivamente a faz irradiar o amor !

    ResponderExcluir