segunda-feira, 11 de maio de 2015

O TAO DA VIDA


Lao tsé, Laozi, Lao-tze ou Lao Tzu: todas essas são pronúncias ocidentalizadas do título de uma das maiores personagens da filosofia na China antiga. 
Isso mesmo: Lao tsé não é um nome, mas significa "grande senhor" ou "velho mestre". Seu nome real seria Li Er ou Lao Dan.

A tradição diz que ele viveu no século 6 antes de Cristo.  Atribui-se a Lao tze a autoria da obra criadora do taoísmo, o "Tao Te King", ou Livro do Caminho e da Virtude. Junto com a Bíblia, esse livro é um dos mais traduzidos no mundo.

O taoísmo é uma mescla de religião e de filosofia de vida, e Lao tze tornou-se uma das principais figuras cultuadas nela. Junto com o budismo e o confucionismo, o taoísmo (ou daoísmo) forma os três pilares do pensamento filosófico chinês.


Originalmente, o taoísmo é uma escola de sabedoria chinesa centrada no antigo conceito de "caminho", ou Tao. Enquanto filosofia (Tao chia), sua origem é atribuída aos ensinamentos do sábio Erh Li, conhecido como Lao Tsé (velho mestre), que teria vivido no século VI a.C. A ele é atribuído o Tao te ching, livro fundamental do taoísmo. O taoísmo religioso (Tao chiao) surge durante a dinastia Han, no século II d.C.


TAOÍSMO FILOSÓFICO

Os pontos essenciais da doutrina são: o Tao é a única fonte do universo e determina todas as coisas; tudo no mundo é composto pelos elementos opostos yin e yang. Esses elementos transformam-se uns nos outros e estão em eterno movimento, equilibrado pelo invisível e onipresente Tao; a melhor maneira de agir é seguir as leis da natureza, em cuja aparente mutação se oculta a unidade do Tao. Embora formulado há mais de 2.500 anos, o taoísmo filosófico continua influenciando a vida cultural e política da China até hoje. Suas manifestações mais populares são o chi-kung, uma tradicional arte chinesa de autoterapia, e as artes marciais wo-shu ou kung-fu.

TAOÍSMO RELIGIOSO

Sistema politeísta de crenças que assimila os antigos elementos da religião popular chinesa: culto aos ancestrais, rituais, alquimia e magia. Diferente de outras religiões, não professa a vida após a morte, mas busca a longevidade e a imortalidade física pela perfeita submissão à ordem natural universal.

Perseguido na República Popular da China a partir de 1949, é muito popular na Tailândia e em Hong Kong. Atualmente existem cerca de 3 mil monges taoístas e 20 milhões de adeptos em todo o mundo.

O TAO


Tao (pronuncia-se “dao”) significa literalmente “o caminho”, tanto no sentido físico como no de conduta, meio. É um princípio universal subjacente a tudo - da criação das galáxias até as interações entre pessoas. O funcionamento do Tao são complexos e freqüentemente transcendem à lógica humana. O raciocínio não é suficiente para compreender o Tao. Temos de utilizar também a intuição.
O Tao é a essência de todas as coisas, a fonte de toda a existência, mas o mais importante, é a fonte de intervir, mesmo antes do ato criativo. Seu modo de expressão é para ser.
O Tao se manifesta na natureza. Para harmonizar com o Tao, temos de harmonizar com a natureza.

O YIN E O YANG


O Tao cria o mundo dos opostos incorporados na interação mútua: o yin e o yang.
Yin Yang é um princípio da filosofia chinesa, onde yin e yang são duas energias opostas. Yin significa escuridão sendo representado pelo lado pintado de preto, e yang é a claridade. A luz, que é uma energia luminosa e apresenta-se de maneira muito intensa, é o yang, e a luz  muito fraca, é o yin.  Segundo os chineses, o mundo é composto por forças opostas Ying e  Yang, e achar o equilíbrio entre elas é essencial.
Yin e yang são os dois pólos do mundo fenomenal. Yin e yang são mutuamente atraídos, mas também repelem. Todos os fenômenos são impermanentes, as suas proporções yin e yang constantemente variável. Nada é totalmente yin, nada é totalmente yang.
Todos os corpos físicos são yin yang no centro e na periferia.
Yin tem características maciez, a passividade, a feminilidade, a escuridão, o vale, o negativo, o não-ser.
As características de dureza yang, luz masculinidade, montanha, atividade, sendo o pólo positivo.
Toda a energia se manifesta nesta dualidade.

ALGUNS PENSAMENTOS DE LAO TSÉ:


2 comentários:

  1. Muito boa matéria!
    Não há quem não
    se balance ao conteúdo do
    Tao Te King

    ResponderExcluir