quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Logan LaPlante - Educação Livre



Logan La Plante é um menino de 13 anos que saiu da escola tradicional aos 9 anos e hoje aprende através de uma educação que ele denominou de Hackschooling. 


Frequentar uma escola, ir à faculdade, ter um emprego seguro, se casar e ter filhos é o roteiro de vida que muitos pais escolhem para seus filhos, acreditando que seguindo-o serão felizes. 



Segundo Sir Ken Robinson, a educação atual está mais preocupada em preparar os jovens para entrarem na faculdade e saírem bem em entrevistas de trabalho, do que realmente prepará-los para construir uma vida com realização e felicidade.

A proposta de Logan é uma nova porta que se abre como um modelo de educação, pois tem como prioridade a felicidade, a saúde e a criatividade, elementos pouco priorizados na educação tradicional.


Logan LaPlante escolheu um caminho diferente em sua educação. Ele combina a "mentalidade hacker" com  a ideia de "faça você mesmo", unindo-se a organizações comunitárias para otimizar a saúde, felicidade, criatividade e sabedoria. Ele chama isso de "hackschooling".



Logan gosta de falar em público e aproveitou sua palestra na TED, para expor suas ideias. Ele espera que, com a sua oportunidade de falar no TEDx ele possa inspirar algumas crianças, pais e educadores a pensar diferente sobre a educação e para tornar a saúde, felicidade, criatividade e sabedoria uma prioridade.

A pergunta mais comum que os adultos fazem às crianças é: "O que você quer ser quando crescer?" Logan LaPlante quer ser saudável e feliz. 

Com um pouco mais de nove anos, seus pais o tiraram da escola e agora ele é um líder em uma nova geração que está questionando o sistema de ensino tradicional. 



Não só ele foi educado em casa, mas Logan teve a capacidade de adaptar o ensino aos seus interesses e também seu estilo de aprendizagem, algo que a educação tradicional não oferece. 

Com o apoio de seus pais, ele decidiu 'hackear' do sistema educativo e desenvolver o seu próprio currículo que inclui a experiência de trabalho semanal em uma indústria que ele está apaixonado e, pelo menos, um dia por semana é gasto inteiramente longe de qualquer ambiente fechado e experimentando o contato direto com a natureza.





Hoje ele aprende por meio da comunidade, redes sociais, por meio de mergulho em contexto, e através da experiência. Não há curriculum, não há "professor", embora ele tenha muitos mentores e treinadores dos quais absorve as experiencias. 

Como Logan diz: "Eu aprendo com a comunidade e eu aprendi ciência, matemática, história e redação. 

Eu costumava odiar escrever na escola. Hoje eu amo isso agora porque eu começo a escrever sobre o que me interessa, sobre o que eu amo. "


O conceito é que a educação, como um tudo, ainda tem muito a ser melhorado, e não apenas pelo trabalho dentro do sistema atual, mas também fora do estabelecimento de ensino, para encontrar melhores maneiras de realizar os mesmos objetivos. 

Aos treze anos , Logan Laplante sobe ao pódio TED e dá uma palestra sobre a importância de hackear a educação tradicional. 

Seus pais decidiram tirá-lo da escola aos nove anos de idade e permitir assim que a criança procura-se um caminho mais agradável para ele, que promove-se mais a sua criatividade em vez de ofusca-la. 

Logan agora recebe uma educação caseira, o seu padrão de estudos é física, química, matemática, literatura, etc… e a maioria das vezes vai estudar para o Starbucks, alem disso também faz parte de grupos de alpinismo e esqui.

Logan hackeou que: "o  que é importante não é o que vamos ser quando crescermos, mas sim a quão saudável e feliz você é."

Ai, de acordo com a teoria de Logan, está o grande problema da educação e hackear essa parte depende inteiramente de quem o faz, das suas tendências e interesses e da sua capacidade para fazê-lo. 



Mas, como ele mesmo ressalta em sua palestra, chegou a vez de um adolescente falar pelo interesse dos jovens e da educação. 

Nesse sentido, seu discurso é muito relevante.
Sua premissa principal: “O que aconteceria se basearmos a educação na prática de ser feliz e saudável?” 

E dirige a questão ao publico adulto que são quem toma essas decisões. 

Logan fala sobre os contrastes entre um tipo e outro de educação e como o sistema convencional de educação se abstêm da felicidade e saude, os dois elementos mais importantes da vida são ignorados. 

Em outras palavras: Nós não somos felizes porque triunfamos, nós triunfamos porque antes aprendemos a ser felizes.

Hackear a educação é uma forma de capacitar a criança para decidir o que os faz felizes e o que promove a sua criatividade. Proposta que definitivamente vale a pena atender.



Com mais de 3 milhões de visualizações em sua palestra, mais e mais pessoas estão se unindo a ele e sua meta de mudar o sistema de ensino para melhor.


"Hackschooling é uma atitude, não um sistema" - Logan LaPlante


"hackschooling" - Esse termo e tudo que faz Logan merecer ser visto é explicado com calma, simplicidade e espontaneidade por ele mesmo no vídeo a seguir. Uma palestra TEDx.







* Nossos Agradecimentos a Lazully Blue - Cecy, pela sugestão de postagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário