sábado, 13 de dezembro de 2014

Brahma Kumaris



A Universidade Espiritual Mundial Brahma Kumaris, conhecida no Brasil como Organização Brahma Kumaris, é uma entidade não governamental criada na Índia em 1937, com o objetivo de promover valores humanos, morais e espirituais universais.

Está presente de forma oficial em 103 países e desenvolve atividades, sem sedes, em outros 25 países. Realiza um amplo espectro de programas educativos que melhoram a qualidade de vida dos indivíduos, da família e da comunidade, independente de cor, gênero, idade e tradições políticas e religiosas.


O objetivo central é fomentar uma sociedade digna e livre, baseada em uma cultura de valores humanos, éticos e espirituais. 







Na base dos trabalhos, está o reconhecimento de que bondade e espiritualidade são qualidades de todo ser humano. A Brahma Kumaris oferece uma variedade de cursos e programas educativos que trazem a cada um o cultivo e a prática dos valores como meio para desenvolver ao máximo seus recursos internos e habilidades pessoais.

Também, em nível internacional, está engajada em:


  • promover os direitos humanos;
  • criar uma cultura de paz, na sensibilização para a cooperação e a solidariedade,
  • apoiar a integração da mulher na sociedade em todos os níveis; 
  • motivar a participação, bem-estar e plenitude dos idosos;
  • dissolver o racismo;
  • utilizar os recursos naturais do planeta de forma sustentável; 
  • saúde holística.



A base do estudo da Organização Brahma Kumaris é a meditação Raja Yoga. O Raja Yoga é uma linha de meditação datada de 5000 AC.



Discernir
 "Discernir é entender a essência, é diferenciar o ouro autêntico do falso. Sempre que tiro alguma coisa de seu contexto, deixo de entendê-la e começo a distorcê-la. Todas as situações tem suas raízes históricas, seus efeitos presentes e suas implicações futuras. Discernir é considerar as inter-relações de todos os ingredientes de uma situação. Sem essa perspectiva sou impelido a proteger meus interesses, sou consumido pelo calor do momento, deixo de ver as conseqüências dos meus atos."  -  (por Brahma Kumaris)




Em 1936, alguns homens, mulheres e crianças que viviam em Hyderabad (agora parte do Paquistão), tiveram a ousadia de abraçar um novo estilo de vida, após Dada Lekrhaj (mais tarde conhecido como Brahma Baba), um respeitado e rico membro da comunidade Sidhi ter experimentado um série de visões surpreendentes que revelaram verdades espirituais sobre a natureza da alma e Deus.




Equilíbrio

"Equilíbrio é a habilidade de olhar para a vida a partir de uma perspectiva clara - fazer a coisa certa no momento certo.Uma pessoa equilibrada será capaz de apreciar a beleza e o significado de cada situação seja ela adversa ou favorável. Equilíbrio é a habilidade de aprender com a situação e de prosseguir com sentimentos positivos. É estar sempre alerta, ser totalmente focado, e ter uma visão ampla.Equilíbrio vem do entendimento, humildade e tolerância. O mais elevado estado de equilíbrio é voar livre de tudo e, ainda assim, manter-se firmemente enraizado na realidade do mundo." - (por Brahma Kumaris)


História da Brahma Kumaris

No início, a Organização se chamava “Om Mandali” e era composta por poucos homens, mulheres e crianças que viviam em Hyderabad – Sindh (como várias colônias indianas, pertencente ao Paquistão) Depois que um membro rico e respeitado da comunidade, Dada Lekhraj, teve uma série de visões em 1936, esses pioneiros espirituais foram inspirados a transformarem suas vidas.

Dada Lekrhaj era uma pessoa profundamente espiritual com grande inclinação aos valores espirituais, mesmo estando envolvido numa sociedade com crescente apelo a aspectos materiais.

Naquele ano, o então joalheiro Dada Lekrhaj tinha sessenta anos de idade quando começou a ter notáveis experiências sobre a identidade do ser, a alma. Estas experiências começaram desde o início a marcar sua vida. 

Sentia um estado de paz, quietude, amor espiritual e sentimentos de irmandade. Em nenhum momento adotou a postura dos seres "iluminados", gurus, sábios, guias espirituais, etc. 




Proclamava que nenhum ser humano poderia interpretar o papel de Deus, que nenhum ser humano deveria apresentar-se frente aos demais como Deus. Segundo ele, Deus é "a alma suprema", o "oceano de todas as qualidades, do amor, da felicidade, da paz, da verdade, do equilíbrio".

Em 1937, o grupo inicial que havia se formado mudou-se para Karachi (agora parte do Paquistão). Brahma Baba fundou um comitê de oito mulheres (a maioria nos seus vinte anos) para administrar o que, mais tarde viria a se tornar a Universidade Espiritual Mundial Brahma Kumaris. 

Por 14 anos, os alunos experimentaram um treinamento intenso em todos os aspectos de uma vida espiritual baseada em vegetarianismo, celibato, não fumar nem beber álcool, e meditação regular.

Em 1950, Brahma Baba decidiu mudar a sede. Ele queria um lugar quieto e Monte Abu, conhecida por sua herança espiritual antiga, fornecia uma localização ideal, aninhada no alto das montanhas Aravali do Rajastão. Seu nome popular é "Madhuban", que significa a "Floresta de Mel".

Em 1952, dois grupos pequenos de mulheres mudaram-se para Bombaim e Délhi para abrirem os primeiros centros fora de Monte Abu. Durante os vinte anos seguintes, cerca de 400 centros da Universidade foram estabelecidos pela Índia.

Em 1971, centros permanentes foram estabelecidos no Reino Unido e em Hong Kong, que desencadearam em seguida uma expansão mundial e um crescimento consistente e progressivo, tanto geograficamente como em número de integrantes.




A OBK é uma organização internacional não-governamental (ONG) com status consultivo geral no conselho econômico e social das Nações Unidas desde 1998 e no UNICEF desde 1983. Também está afiliada ao departamento de informação pública das Nações Unidas. A Brahma Kumaris provê um marco espiritual e de assessoria no contexto de sua relação com as Nações Unidas.


Talvez poucas organizações tenham provocado tanta mudança e debate no momento de sua criação, ou tenham experimentado tamanha expansão nas décadas que a sucederam, como ocorreu com a Organização Brahma Kumaris. Ainda assim, mesmo diante de seu crescimento e desenvolvimento, a OBK conseguiu manter seus princípios e propósitos originais.






AS VISÕES DO FUNDADOR
As visões de Dada Lekhraj revelaram um conjunto de conhecimentos acerca da natureza da alma, de Deus e do tempo – conceitos esses tão simples em sua expressão, mas tão profundos em seu significado que despertaram um reconhecimento profundo naqueles com os quais essas visões foram compartilhadas.

Alguns anos depois do estabelecimento de “Om Mandali”, a Organização foi transferida de Hyderabad para Karachi. Por quatorze anos, até dois anos depois da separação entre a Índia e o Paquistão, o grupo fundador estava composto por cerca de 400 pessoas que viviam como uma comunidade autosuficiente e devotavam seu tempo para estudo espiritual, meditação e autotransformação intensos.


SEDE MUNDIAL
Em 1950, essa comunidade mudou-se para Monte Abu, um local calmo, conhecido por sua herança ancestral e por muitos considerada uma destinação sagrada em sua busca da capacitação espiritual. 

Situada no alto das Montanhas do Aravali, no Rajastão, a Sede proporciona um ambiente ideal para reflexão e contemplação. Após poucos anos utilizando um prédio alugado, a comunidade mudou-se para o local em que até hoje permanece como a Sede Mundial da Organização: Madhuban, que significa “Floresta de Mel”. 



Líderes Espirituais
Uma das primeiras questões frequentemente feitas ao se encontrar a Brahma Kumaris é: “Essa é uma organização de mulheres?” A resposta é “não”. Embora administrada principalmente por mulheres, é uma organização em que ambos, mulheres e homens, participam igualmente.

O PAPEL DA MULHERES

Em outubro de 1937, Brahma Baba formou um Comitê Administrativo composto por oito jovens mulheres e, em fevereiro de 1938, ele entregou sua propriedade e bens a uma curadoria administrada por elas. A firmeza de sua decisão de escolher mulheres e jovens meninas como administradoras e professoras espirituais fez emergir a Organização Brahma Kumaris como uma instituição respeitada globalmente sob a liderança delas. 

Brahma Baba também previu corretamente que valores essenciais baseados em qualidades tradicionalmente femininas – paciência, tolerância, sacrifício, gentileza e amor – tornariam-se gradualmente a fundação do progresso no crescimento pessoal, relações humanas, e no desenvolvimento de comunidades acolhedoras.

PARCERIA ESPIRITUAL


A visão de Brahma Baba do mundo futuro era de harmonia entre os sexos e de parceria enraizada na espiritualidade, pelo fato de a espiritualidade ser a chave para a confiança e o respeito. Hoje, embora as mulheres liderem a organização, há muitos homens coordenando centros e desempenhando outros papeis chave na administração.





Doçura
"Doçura é a maestria dos sentidos. Olhos que vêem no fundo das coisas, ouvidos que escutam o coração das coisas, lábios que falam apenas a essência das coisas. Doçura é o resultado de uma longa jornada interior ao âmago da vida e a habilidade de lá permanecer e observar. A doçura procura pelo bem nas coisas, pois no seu coração reside a convicção de que o bem existe em algum lugar em tudo, é só ter paciência para descobri-lo."
(por Brahma Kumaris)



Na Índia, a Brahma Kumaris se caracteriza particularmente por seus programas de alcance comunitário para aldeias administrados pelo J. Wattammull Memorial Global Hospital and Research Center (GHRC), onde se atende a comunidade local, e em geral, a todos que necessitem, estabelecido em 1991 e localizado em Monte Abu. 

Em 2004, a Brahma Kumaris estabeleceu um hospital especializado em oftalmologia, o G.V. Mody Rural Health Care Centre & Eye Hospital, em Abu Road. Os programas e atividades são apoiados pela Janki Foundation for Global Health Care, do Reino Unido, e a Fundação Ponto de Vida (Point of Life Foundation, POL), EUA.



Desde o estabelecimento da Organização, as mulheres foram inspiradas e formadas por Brahma Baba a desenvolver suas vidas e tomar papéis diretivos baseados na espiritualidade. 

Apesar de nos dias atuais haver esse maior número de mulheres em cargos de decisão, isso era algo que não se ouvia naquela época – especialmente naquela parte do mundo. Brahma Baba negava particularmente o conceito de que apenas os homens podiam alcançar uma vida espiritual elevada através da prática da pureza. Estes princípios diretivos continuam até os dias atuais. 

Sabedoria



"A sabedoria é uma qualidade. É a qualidade de quem sempre pratica o que prega e prega apenas o que pratica. Para se tornar um sábio não há segredos ocultos e mistérios incompreensíveis. Basta viver com seu olho interior aberto, agindo de acordo com seus valores e sentimentos mais puros, e apreciar o silêncio." - (por Brahma Kumaris)

Qualquer pessoa, sem importar o gênero, que deseja adotar uma vida espiritual é bem-vinda. Para o indivíduo, o tema central é o estudo e a prática da meditação Raja Yoga.


A base do estudo da Organização Brahma Kumaris é a meditação Raja Yoga. Assim como existem formas de yoga que buscam melhorar o tônus muscular e a mobilidade do corpo físico, a Raja Yoga lida com organização, transformação e fortalecimento internos das faculdades de pensamento, decisão e traços de personalidade mais sutis.

A palavra “yoga” é derivada da raiz “yog” em sânscrito e significa “ligação”, “união” ou “conexão”. A palavra “raja” significa “soberano”, “rei”. Portanto, “Raja Yoga” significa “o rei das uniões”, ou a ligação mental entre a alma humana e o "ser supremo".



O Raja Yoga que é comumente conhecido ao redor do mundo foi comparado e sistematizado por um sábio indiano, Patanjali, por volta de dois mil anos atrás. Também é conhecido como Ashtanga Yoga; isto é, o Yoga de Oito Partes, referindo-se às oito partes em que está dividido. 


Segundo Patanjali, duas das oito partes que desenvolvem a concentração e que são a meta do yoga são “ásana” (postura física) e “pránáyáma” (controle da respiração). Contudo, existe uma má conceituação que, a fim de disciplinar a mente, o indivíduo tenha que primeiro disciplinar o corpo e controlar os sentidos. 

Para aqueles que praticam Rája Yoga, existe a experiência que, ao primeiro disciplinar o vaguear da mente e estabilizar-se na consciência da verdadeira identidade do ser, automaticamente há o controle sobre os órgãos do sentido.



É um esforço muito pessoal, já que acontece no nível do ser interior. Assim, pode ser praticado por pessoas de qualquer convicção religiosa e até por aqueles sem nenhuma. Afinal de contas, antes de ser um cristão, budista, judeu ou muçulmano, cada um simplesmente é um ser. A meditação Raja Yoga opera no nível do ser e de seu relacionamento com Deus.

Uma das raízes possíveis da palavra “meditar” está no latim medire, que significa “curar”. Todo o processo da meditação Raja Yoga é uma cura interna que envolve a aquisição de poder para largar tudo o que seja negativo na constituição do ser. 

Também significa “ser capaz de se conhecer e de dialogar consigo mesmo”. Através da prática, o indivíduo torna-se capaz de falar com o ser interior e desenvolver uma ligação com o ser supremo para a cura do ser. Entende-se que não existe nenhuma fórmula mágica que possa produzir calma mental, mas é um processo de passo-a-passo com três requisitos básicos: entendimento do conhecimento espiritual, prática desse entendimento por meio da meditação e paciência para esperar que os resultados fiquem aparentes.

Para as pessoas que praticam de forma regular a meditação Raja Yoga, o estudo se divide em quatro partes ou áreas principais: conhecimento dos aspectos internos e externos da vida humana; a prática da meditação diária; a assimilação consciente das características e dos valores que fomentam um comportamento de qualidade e não-violento; servir a humanidade.




A vida é um dom. As nossas qualidades naturais, como amor, paz, felicidade e harmonia devem ser compartilhadas com a comunidade, a família e a humanidade.




LÍDERES ESPIRITUAIS ATUAIS

Dadi Janki
Diretora Administrativa – Brahma Kumaris

Como Líder Administrativa da Brahma Kumaris, Dadi Janki provê um modelo de liderança para todas as mulheres e homens que procuram integrar ambas as qualidades masculinas e femininas em suas vidas pessoais e profissionais. 

De forma adorável, Dadi Janki envolve as pessoas de todas as crenças e caminhos de vida para serem verdadeiras com seu eu espiritual; para assumirem seu papel singular e individual no jogo de criar um mundo futuro digno das próximas gerações. Em resumo, Dadi Janki remete a todos nós ao nosso potencial.



“Que tipo de mundo está se formando agora, além desse inverno de guerra e tristeza, de pobreza, poluição e morte? No inverno, nós prevemos a primavera. Aqueles com uma visão positiva do futuro nos dão uma imagem de um mundo, neste planeta, onde todas as coisas são dadas de graça, onde o mais elevado potencial humano é completamente realizado. Mas nós podemos entrar naquele estágio apenas quando há líderes para nos levar para lá.”      — Dadi Janki



Dadi Janki Servindo ao Mundo:

Dadi Janki mantém uma aula diária e agenda de viagens incomparáveis mesmo hoje, com a idade de 98 anos. Viajou pelo mundo, quase incessantemente, durante a última década, lidando com pessoas do campo, até líderes governamentais. Ela é uma alma que se recusa a estabelecer limites e fronteiras para o que pode ser alcançado e, desse modo, inspira outros a acreditar que eles também podem tornar o impossível possível.

Uma visionária, cuja singularidade encontra-se em seu otimismo inabalável e um coração rico em compaixão, Dadi Janki redefiniu o conceito de liberdade no Ocidente ao posicioná-la dentro do contexto da sabedoria antiga do Oriente. Internacionalmente reconhecida como uma grande professora e mentora, ela continua oferecendo inspiração a muitas pessoas que estão procurando por paz e harmonia em seu coração e em sua terra natal.




Dadi Hirdaya Mohini
Diretora Administrativa Adicional – Brahma Kumaris

O nome Hirdaya Mohini significa “Aquela que atrai o coração”, e talvez porque ela atraia os corações de um e de todos, Dadi é popularmente conhecida pelo nome Gulzar, que significa “jardim de rosas”. 

Aos 8 anos, Dadi Gulzar foi um dos membros originais da escola estabelecida em Sindh, em 1937, por Brahma Baba. Seu treinamento concentrado em princípios e práticas espirituais continuaram desde então. Dadi Hirdaya Mohini tornou-se um membro do comitê de mulheres que administra a Brahma Kumaris e, com isso, pavimentou o caminho para muitas outras mulheres desenvolverem habilidades de liderança.




"Silêncio é a semente de todos os poderes. Quando estamos livres de pensamentos negativos e inúteis nossa mente fica em silêncio e entra em contato com as qualidades puras inerentes à alma. No silêncio nos aproximamos de Deus e somos capazes de ouvi-lo. No silêncio ficamos em harmonia conosco, com os outros e com a matéria. O poder do silêncio facilita decisões precisas e nos ajuda a ultrapassar todos os problemas facilmente." - Dadi Hirdaya Mohini


Visões de Dadi Gulzar

Dadi Gulzar tem uma profunda fé no potencial humano para a criação de um mundo melhor. Desde jovem ela teve visões divinas de um mundo futuro onde tecnologia, aliada às estruturas sociais, econômicas e políticas, estão alinhados com os mais altos valores humanos, e onde harmonia, paz e prosperidade permanecem. Sua fé em que este é o futuro da humanidade levou-a para cada continente do mundo, onde ela fala sobre as aplicações práticas da meditação e dos valores espirituais no dia a dia de sua vida. Dadi Gulzar é a diretora dos centros da Brahma Kumaris em Delhi e Kashmir.




A mais importante jornada que você pode fazer é a jornada interna. Essa é a jornada para a verdade de quem você realmente é. É o lugar, além da consciência de cada dia, onde o fortalecimento espiritual começa. O poder espiritual nos dá poder para escolhermos pensamentos criativos em vez de pensar de forma automática; dar resposta pró ativa em vez de reação; paz, amor e harmonia ao invés de estresse, conflito e caos.

A meditação permite que você embarque nessa jornada interior. A meditação Raja Yoga dá a você um claro entendimento espiritual de si, ajudando em sua redescoberta e no uso das qualidades positivas internamente latentes; possibilita desenvolver a força de seu caráter e criar novas atitudes e respostas para a vida.



Você começa a se lembrar de coisas sobre si que já sabia, mas tinha esquecido há muito tempo. Começa a apreciar momentos de silêncio e a desfrutar períodos de introspecção e reflexão.


A meditação também ajuda você a se desconectar do hábito de pensar, sentir e reagir de forma perniciosa. Isso resulta numa liberação de energia consciente e positiva que aumenta a qualidade de sua atitude, ações e interações.

Por fim, o processo de retrair-se, desconectar-se de hábitos prejudiciais, conectar-se a seus recursos espirituais inatos, e então reconectar-se à sua vida externa, consiste em um meio de fortalecimento pessoal.



A meditação é ensinada como um método para alcançar a consciência de si, levando à sua auto-realização. A meditação acalma a mente e fortalece o intelecto para atingir percepção e compreensão das leis e princípios espirituais que sustentam a harmonia e que podem trazer uma renovação natural em todos os níveis de vida na Terra.


A meditação Raja Yoga redefine o “eu” como uma alma e permite a conexão e o relacionamento diretos com a Fonte Suprema da energia mais pura e da consciência mais elevada. O Raja Yoga pode ser traduzido como “união suprema” ou como “conexão mais elevada”. Todas as almas têm o direito de experimentar esse relacionamento maior.





Felicidade


"A felicidade eterna aparece quando a mente e os sentidos se tornam quietos e pacíficos. Nesse estado há poder espiritual; ou seja, nós agimos, mas livres de desejos e do apego ao que estamos fazendo. Se alguém estiver triste, conseguimos mudar a situação e criar uma atmosfera de paz. É claro que isso leva tempo, mas como a felicidade é um poder contagiante, tudo acontecerá, definitivamente." - (por Brahma Kumaris)






Vídeo: Experiência de Meditação
Brahma Kumaris - Raja Yoga



Vídeo: Dadi Janki - Deus



Vídeo: Dadi Janki - Amor





Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Brahma_Kumaris
http://www.brahmakumaris.org/brazil/who-we-are-pt/spiritualleaders-pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário