terça-feira, 19 de agosto de 2014

CINCO LEIS ESPIRITUAIS

  



Muito se fala em  Leis Espirituais, no entanto devemos ter consciência que não existe nada a ser seguido, ou cobrado, na espiritualidade. A única lei, o único roteiro que precisamos, a única atenção que devemos ter é se estamos pensando, sentindo ou agindo com amor.

Mas vale lembrar que existem alguns comportamentos básicos na lei do amor e da espiritualidade que podem ser colocados.

Apresentamos as cinco leis básicas do universo:



A primeira: "As pessoas que estão na sua vida são as pessoas certas".

Ninguém entra em nossas vidas por acaso. Todas as pessoas que estiverem interagindo conosco no momento, têm algo para nos ajudar a aprender e avançar na situação. Estes relacionamentos nos ajudam a crescermos como seres humanos.
E essa é uma lei que se aplica a todas as pessoas a sua volta. Seja um relacionamento agradável ou desagradável. 


A segunda: "Aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido".

Nada, absolutamente nada do que acontece em nossas vidas poderia ter sido de outra forma. Mesmo o menor detalhe. Pensar “se eu tivesse feito tal coisa…” ou “aconteceu porque o outro…” é um gasto inútil de energia. O que aconteceu foi exatamente o que poderia ter acontecido no momento. Deixe os "e se" de lado, aprenda a lição e siga em frente. A experiência ensina naturalmente e acontece sempre o melhor para nosso crescimento e evolução, mesmo que não possamos entender no momento. 


A terceira: "Toda vez que você sentir o impulso e começar será exatamente o momento certo".

Tudo começa na hora certa, nem antes nem depois. Quando estamos prontos para iniciar algo novo em nossas vidas, as coisas acontecem e as portas se abrem. Se as portas não se abriram é porque você não está pronto ainda. Não olhe a porta, mas sim a si mesmo e elabore melhor sua ação, perceba se vem realmente de seu coração e se a deseja. Trabalhe em si mesmo que as portas surgirão como consequência.


A quarta: "Quando algo termina é porque seu tempo acabou".

Se algo terminou é porque aquela energia não tem mais como seguir em nossa vida. Nada podemos fazer quando a energia termina. Por isso, é melhor deixar ir, seguir em frente e se enriquecer com a experiência. Solte, deixe ir.


A quinta: "A lei do universo é o movimento constante".

Nenhum evento, nem nossa própria forma são eternos e estáticos. Tudo tem um ciclo de mudanças. Estarmos atentos aos ciclos e a nós mesmos nos proporciona ações coerentes, escolhas conscientes e positivas em nosso caminho. Tudo muda, tudo é impermanente, e isso pode ser positivo se olharmos sem apegos para as velhas formas. Crescemos através desses movimentos!



Vídeo: As 4 Leis da Espiritualidade





Nenhum comentário:

Postar um comentário