domingo, 18 de maio de 2014

LUZES DO MUNDO - Drunvalo Melchizedek



Drunvalo Melchizedek é cientista, físico, matemático, inventor e pesquisador. Estudou física e letras na University of California, em Berkeley, mas pessoalmente julga que a sua instrução mais importante aconteceu depois da faculdade. 


Nos últimos 25 anos, ele estudou com mais de setenta professores de todas as crenças e sistemas religiosos, o que lhe proporcionou uma ampla gama de conhecimentos, altruísmo e aceitação. Atualmente ele vive em Sedona, Arizona, com sua esposa Claudette. Ele tem seis netos.

Trabalhou junto ao governo egipicio no estudo das piramides de Gizé e lidera a comunicação entre muitas tribos pelo mundo e o mundo civilizado, incluindo os Maias.

Atualmente trabalha dando workshops sobre técnicas espirituais nos USA e em mais de 33 países. Foi a primeira pessoa no mundo de nossa era a desvendar matematicamente e geometricamente o corpo de luz conhecido em tempos antigos como Merkaba, uma de suas técnicas principais ensinadas em seus workshops. Autor de 4 livros sobre conhecimento místico e espiritualidade.

Não só a mente de Drunvalo é excepcional, mas também a sua afetividade, a sua personalidade marcante, o seu amor por toda forma de vida são imediatamente compreendidos e sentidos por todos aqueles que o conhecem. 



Há algum tempo, ele vem aplicando a sua vasta visão do mundo no curso Flor da Vida e na meditação Mer-Ka-Ba. Esses ensinamentos abrangem todos os campos do conhecimento humano, investigam o desenvolvimento da humanidade desde as civilizações antigas até o momento atual e aumentam a percepção do estado de consciência mundial. 

Dá conferências e ministra cursos em todo o mundo. Contribui incansavelmente com projetos de consciência e preservação do meio-ambiente. É um ser de imenso coração cujo principal propósito na Terra é auxiliar a humanidade a viver em alegria e a re-lembrar seu propósito na Terra. 

Nesse sentido, seu trabalho mais importante tem sido o de compilar e de tornar acessíveis os ensinamentos de Geometria Sagrada, da Flor da Vida (o padrão de criação de tudo o que existe) e da Mer-ka-ba.



"Todas as religiões do mundo estão falando da mesma Realidade. Elas usam palavras diferentes, conceitos e idéias diferentes, mas há somente uma única Realidade, e há somente um Espírito se movendo através de toda a vida. Podem haver diferentes técnicas para chegar lá, mas há somente uma que é real, e quando você está lá, você vai saber. Qualquer que seja o nome que você dê a ela - você pode chamá-la de diferentes nomes - é tudo uma coisa só." Drunvalo Melchizedek



Há anos este homem abandonou o curso normal de sua vida para buscar o verdadeiro sentido da mesma e a verdadeira ciência. De forma resumida é um cientista que estudou os conhecimentos perdidos da antiguidade e explorou temas incríveis como a geometria sagrada e a flor da vida. Nas suas pesquisas descobriu uma ligação entre o que é científico e o que é espiritual. Está espalhando seu conhecimento pelo mundo em seus cursos, palestras e livros. 

“Estava estudando para obter minha especialização em Física e minha segunda graduação em Matemática na Universidade da Califórnia, em Berkeley, prestes a receber meu diploma.

Só faltava mais 1/4 para minha graduação. Aí decidi que não queria mais a graduação porque havia descoberto algo sobre os próprios físicos que me desanimou da ideia de me envolver numa ciência que eu havia percebido que não era ciência de forma alguma.

Então me voltei para o outro lado do meu cérebro e comecei a me graduar em Belas Artes. Meus tutores pensavam que eu estava louco: “Você vai desistir de um diploma de Física?” me perguntavam. Mas eu não precisava daquilo, não queria aquilo. Então para me graduar em Artes, precisei frequentar a faculdade por mais dois anos. Finalmente, estava no último semestre para me graduar em artes, e pensava: “Eu não sei se consigo fazer isso. Estou tão cansado. Quase não aguento mais.”


Aí ocorreu “Kent State”. Todo o sistema de educação escolar dos Estados Unidos fechou, e foram expedidas notas B para todos os alunos, e os deixaram passar. Assim, obtive minha graduação em Belas Artes sem ter que terminar o último semestre que faltava.

Minhas mudanças de especialização fazem sentido agora, porque quando você estuda as escrituras antigas, você descobre que as pessoas daqueles tempos consideravam a arte, a ciência e a religião como sendo entrelaçadas, interligadas. Assim, a programação que executei foi condizente com o que estou fazendo agora.



MUDANDO-ME PARA O CANADÁ

Graduei-me em 1970. Depois, após ter estado no Vietnã e vendo o que ocorria no nosso país naquela época, eu disse finalmente: “Já chega! É isso! Não sei como vou viver ou o que vai acontecer, mas vou é ser feliz e fazer o que sempre desejei fazer”. Decidí abandonar tudo e fui viver nas montanhas como sempre havia desejado.

Assim, deixei os Estados Unidos e fui para o Canadá, sem saber que um ano depois seria seguido por dez mil pessoas que protestavam contra a guerra do Vietnã. Casei-me com uma mulher chamada Renee e fomos os dois para o meio do nada, e encontramos uma casa num lago chamado Kootenay. Estávamos longe de tudo. Era preciso andar por quatro milhas a partir da estrada mais próxima para chegar à nossa casa. Estávamos completamente isolados. E comecei a viver a minha vida exatamente como sempre havia desejado.

Sempre desejei saber se poderia viver do nada; então resolvi tentar. Fiquei com um pouco de medo no começo, mas com o tempo, ficou mais fácil, e logo tornei-me um adepto da vida natural. Eu vivia uma vida linda e plena, com basicamente nenhum dinheiro. 

Depois de um tempo percebi, “hey, isto é muito mais fácil do que manter um emprego na cidade!” Eu só tinha que trabalhar duro por três ou quatro horas por dia, depois disso eu tinha o resto do dia livre. Era o máximo. Eu podia tocar música e passear por lá e aproveitava um bocado. E foi exatamente o que eu fiz. Eu me divertia. Tocava música umas dez horas por dia, com muitos amigos que vinham de longe. Nosso local pegou uma boa fama naquela época. Aparecia uma média de 11 pessoas por dia para tocar música e se divertir – e nós apenas nos divertíamos.

E assim, o que é muito importante para a minha compreensão hoje, eu descobri algo sobre mim mesmo. Era desse – retorno à minha criança interior, que é como eu me refiro àqueles dias – que eu libertei minha criança interior, e com essa libertação, algo me aconteceu, que foi o catalisador que me trouxe à minha vida como ela é hoje.



ENCONTRANDO COM OS ANJOS

Estando em Vancouver, minha esposa e eu decidimos que queríamos conhecer meditação, então iniciamos nossos estudos com um professor hindu que morava na região. Queríamos seriamente compreender o que era meditação. Tínhamos muitas túnicas de seda brancas com capuzes e estávamos seriamente nos empenhando nessa busca que havíamos iniciado.

Aí um dia, após praticarmos a meditação por mais ou menos quatro ou cinco meses, dois anjos altos de mais ou menos 3,5m apareceram em nossa sala!

Um era verde e o outro era lilás. Podía-se ver através de seus corpos transparentes, mas eles estavam realmente ali. Não esperávamos por essa aparição. Estávamos apenas seguindo as instruções que o nosso professor hindu havia nos dado. Não acredito que ele tenha compreendido plenamente pois continuou nos fazendo perguntas e parecia não entender também. Daquele momento em diante, de longe, minha vida nunca mais foi a mesma.



As primeiras palavras que os anjos me disseram foram: “Nós somos você.” Eu não tinha idéia do que eles queriam dizer com isso. Falei: “Vocês são eu?” E assim, eles começaram a me ensinar lentamente várias coisas sobre mim mesmo e o mundo, e sobre a natureza da consciência… até que finalmente meu coração simplesmente se abriu completamente para eles. Eu sentia um amor tremendo por parte deles, o que mudou totalmente a minha vida.

Por um período de vários anos, eles me conduziram por vários professores. Eles diziam até o endereço e o telefone ou qual professor eu deveria contactar. Eles me diziam até se eu deveria telefonar primeiro ou apenas me dirigir diretamente às casas deles ou delas. Então eu fiz isso – e era sempre a pessoa certa! Aí eu era instruído a ficar com aquela pessoa por um certo período de tempo.

Algumas vezes, bem no meio de um ensinamento específico, os anjos diziam: “Tudo bem, acabou. Vá embora.” Lembro-me de quando eles me enviaram a Ram Dass. Eu fiquei “morando” em sua casa por uns três dias me perguntando que raios eu estava fazendo lá. Daí, um dia eu pus as mãos em seus ombros para dizer algo e senti um tranco que praticamente me jogou no chão. E foi assim – os anjos disseram: “É isto. Você pode ir embora agora”. E eu falei: “tudo bem”. Ram Dass e eu nos tornamos amigos, mas o que quer que eu fosse aprender com ele havia terminado naquele mesmo segundo.



Os ensinamentos de Neem Karoli Baba, professor de Ram Dass, são muito importantes para mim. Ele acreditava que “a melhor forma de ver Deus é em toda forma”. Também estive exposto ao trabalho de Yogananda e tenho carinho por quem ele foi. E mais tarde estarei falando sobre Sri Yukteswar e um pouco do seu trabalho.

Estive intensamente envolvido com a maioria das principais religiões. Só não com os Sikhs, pois não acredito que seja necessária preparação militar, mas estudei e pratiquei quase todas as outras, Muçulmana, Judaica, Cristã, Hindu, Budista, Tibetana. Estudei profundamente o Taoísmo e o Sufismo – passei onze anos no Sufismo. De todos estes, os professores mais poderosos para mim, no entanto, foram os índios norte-americanos. Foram os nativos que abriram a porta para que ocorresse todo o meu crescimento interior. Eles têm tido uma influência poderosa na minha vida."





Para conhecer mais sobre seu trabalho, seus livros podem ser adquiridos em português pela Editora Pensamento.


O ANTIGO SEGREDO DA FLOR DA VIDA (vol.1 e vol.2)



Houve um tempo em que todos os seres vivos do universo conheciam a Flor da Vida como o padrão da criação – a estrutura geométrica pela qual entramos e saímos da existência física. Então, de um estado de consciência muito elevado, caímos na escuridão e nos esquecemos de quem éramos. Por milhares de anos, o segredo foi guardado em artefatos antigos e inscrições em pedra em todo o mundo e codificado nas células de todos os seres vivos.

Atualmente, estamos despertando desse sono, expulsando da nossa mente as velhas crenças equivocadas e vislumbrando a luz dourada desse novo amanhecer que penetra através das janelas da percepção. 

Em seu Livro O ANTIGO SEGREDO DA FLOR DA VIDA Drunvalo Melchizedek esclarece os mistérios sobre como viemos a existir, por que o mundo é como é, e sobre as energias sutis que permitem à nossa consciência florescer na sua verdadeira beleza.




Das pirâmides e dos mistérios do Egito até a nova raça das crianças índigo, Drunvalo apresenta as geometrias sagradas da Realidade e as energias sutis que moldam o nosso mundo. Somos conduzidos por um labirinto divinamente inspirado e composto de ciência, história, lógica e coincidências, que nos levam à recordação de onde viemos e da maravilha e magia de quem somos. 

Nesta obra , Drunvalo divulga as instruções para a meditação Mer-Ka-Ba, técnicas pra a recriação do campo de energia do corpo humano evoluído, que é a chave para a ascensão e para o novo mundo da próxima dimensão. "Se feito com amor, esse antigo processo de respiração do prana abre-nos um mundo de deslumbrantes possibilidades nesta dimensão, com poderes de proteção para a cura de si mesmo, dos outros e até mesmo do planeta." 

A Geometria Sagrada é a forma por trás do nosso ser e indica uma ordem divina da nossa realidade. Podemos reconhecer essa ordem desde o átomo invisível às estrelas infinitas, encontrando a nós mesmos a cada passo. 

Drunvalo explora o milagre da nossa existência apresentando o mundo maravilhoso da geometria, da ciência, da história antiga e das novas descobertas.

SERPENTE DE LUZ


Guia espiritual e ao mesmo tempo diário de aventuras de viagem, este novo livro de Drunvalo é um relato em primeira mão sobre um processo que só acontece a cada 13 mil anos, quando a energia Kundalini da Mãe Terra - a chamada Serpente de Luz - emerge das entranhas do planeta e desliza como uma serpente até a sua nova morada. 

A Kundalini da Terra deixou a sua morada, na antiga Lemúria, e se­guiu para a Atlântida, depois deslocou-se para o Himalaia. Cada vez que ela se movimenta, altera a nossa ideia do que seja espiritualidade. 

Desta vez, com muita dificuldade, a Serpente de Luz se mudou para a América do Sul. Neste livro, Drunvalo conta histórias dos 35 anos que passou servin­do à Mãe Terra e à Serpente de Luz. Viaje com ele ao redor do mundo enquanto ele segue a orientação de seus mentores espirituais e do seu próprio e crescente conhecimento interior. 







As suas histórias são uma cadeia viva de cerimônias para ajudar a curar corações, alinhar energias e corrigir antigos desequilíbrios no planeta - em resumo, aumentar a nossa consciência da indivisibilidade da vida no universo.  






VIVENDO O CORAÇÃO 


Drunvalo apresenta neste livro, técnicas que levam ao Espaço Sagrado do Coração. O autor se aprofunda ainda mais no potencial humano e no próprio processo da criação. 

Ele compartilha sua experiência pessoal de quase quarenta anos e mostra como atingir um estado de consciência pura, de modo que, finalmente, você possa concretizar na vida diária os sonhos do seu coração, ter uma vida bela e abundante e ascender a mundos mais elevados – resultados naturais da decisão de se viver no coração.

Drunvalo introduz este novo método de entrar no Espaço Sagrado do Coração e de como Criar uma nova realidade a partir daí. Este é o momento que nos permite conectar ao nosso Corpo de Luz de uma forma Natural e Plena, a qual nos abre a porta à Unidade da Consciência Humana.


Estes ensinamentos, contêm em si os métodos de trabalho mais atuais na compreensão, consciencialização e realização do processo de evolução da consciência, assim de como Criar a partir do Coração (não do cérebro), o que faz destes ensinamentos dos mais importantes entregues à Humanidade até ao momento.



Drunvalo Melchizedek - Nascimento de uma Nova Humanidade


Neste vídeo ele descreve suas experiências místicas no trabalho com a construção da Grade Planetária e o despertar da Kundalini da Terra junto com tribos indígenas pelo mundo. Contando desde acontecimentos anteriores à queda de Atlântida há 13 mil anos até os dias de hoje, passando pelo antigo Egito.





3 comentários:

  1. Drunvalo Melchizedek expressa os seus conhecimentos sobre diversos temas relacionados com a história secreta da humanidade e sua evolução até aos nossos dias e mais além.

    ResponderExcluir
  2. Olà,Maia!!!
    Obrigado
    Mi querida amiga
    Amizade
    Boa tarde..
    :-):-):-)

    ResponderExcluir
  3. Esta es una página llena de luz y color.

    ResponderExcluir