domingo, 12 de janeiro de 2014

LUZES DO MUNDO - CORINNE HELINE





Corinne Heline (Atlanta, EUA, 1882 - Santa Mônica, EUA, 1975) foi uma escritora estadunidense, mística cristã e ocultista. Foi discípula de Max Heindel, fundador da The Rosicrucian Fellowship. Sua obra mais conhecida é The New Age Bible Interpretation, editada em sete volumes, que constitui uma interpretação esotérica do Velho e do Novo Testamentos. A obra foi concluída em 1954, quando Corinne já contava 72 anos.

Corinne nascera em Atlanta, na Geórgia, em 13 de Agosto de 1882, no seio duma família abastada. A mãe morreu quando ela tinha 16 anos, deixando-lhe uma confortável herança que Corinne mais tarde utilizou para editar livros. 

A jovem sofreu profundamente com a morte da mãe, até que uma noite a mãe lhe apareceu dizendo que se encontrava feliz nos Mundos Superiores, e lhe pediu que deixasse de chorar e procurasse alegrar o pai, minorando-lhe o desgosto. Disse-lhe mais, que fosse a um velho baú onde estava guardado o dinheiro do Natal, e que comprasse uma Bíblia nova. Foi esta Bíblia que Corinne usou durante todo o tempo que levou a escrever a sua monumental obra New Age Bible Interpretation.


Após a morte da mãe, Corinne mudou-se para a Califórnia onde foi discípula durante cinco anos de Max Heindel, que a encorajou e auxiliou no seu desenvolvimento espiritual, tendo-lhe pedido, antes de morrer em 1919, que não deixasse de levar a diante o trabalho de divulgar certos aspectos dos ensinamentos Rosacruzes.


Desde menina, Corinne já evidenciava uma mente brilhante e inquisitiva, a par de uma consciência muito avançada; passava horas a visitar e a contemplar uma belíssima escultura da Virgem Maria na igreja católica que ficava do outro lado da rua onde se situava a Escola Dominical Metodista, onde estudava. 

Mais tarde, lembrar-se-ia que foi este primeiro e inspirador contato com a Divina Mãe, que haveria de se constituir em uma presença permanente, amorosa e protetora para tudo quanto veio a escrever. Toda a sua dedicação, ao longo da vida, centrar-se-ia na Virgem Divina.

Na adolescência, descobriu o fascínio da literatura oculta na vasta biblioteca particular de uma vizinha que a recebia carinhosamente, e que se interessava pela Teosofia e pelo Rosacrucianismo. 


Leitora ávida da Bíblia, Corinne verificou que a podia entender melhor com o auxílio dos livros de filosofia oculta que a vizinha lhe emprestava. Os livros sobre reencarnação, sobretudo, desvendaram-lhe um novo mundo, dando-lhe respostas a muitas questões. Um dia, a vizinha ofereceu-lhe um exemplar do Conceito Rosacruz do Cosmo, de Max Heindel, e toda a sua vida mudou a partir de então.


Foi cerca de três anos após a morte de Max Heindel, na véspera do Natal de 1922, que Corinne teve a súbita inspiração mística de que era chegado o momento de dar início ao trabalho que lhe estava superiormente destinado, ou seja, interpretar a Bíblia à luz da Tradição esotérica. Foi a seguinte, a visão que teve: viu-se presente na Última Ceia, onde decorriam duas celebrações: uma, com Jesus e os Seus discípulos, numa sala; e outra, numa sala só com mulheres, onde Maria sentada à cabeceira da mesa dava instruções para o futuro disseminar da Doutrina. 


Corinne ficou muito chocada quando Maria a encarregou de escrever uma interpretação da Bíblia, e escusou-se: «Porquê eu? Não tenho qualificações». Mas Maria aproximou-se dela, beijou-a numa face e disse: «Ajudar-te-ei».

Foi uma tarefa monumental aquela a que Corinne se dedicou nesta encarnação, e pela qual gerações de estudantes lhe ficarão eternamente em dívida. As suas obras constituem uma exposição exaustiva do plano de evolução e de Iniciação para as Eras de Peixes e de Aquário, tal como vem apresentado na Bíblia.


Logo após a morte de Max Heindel, Corinne entabulou uma relação duradoura com Theodore Heline, ator shakespeariano, escritor e editor da revista esotérica Rays from the Rose Cross. 

Corinne Heline e Theodore Heline




Mais tarde ele tornou-se editor e fundador duma outra revista esotérica, New Age Interpreter, tendo fundado igualmente uma casa editorial, a New Age Press. 

Corinne e Theodore viajaram largamente pelos Estados Unidos, dando conferências que esgotavam lotações, nomeadamente no Santuário do Centro New Age de Filosofia e Estudos Bíblicos, de Santa Mônica, onde foram ordenados ministerialmente. Foi nessa época que casaram, tendo Theodore por fim abandonado a sua carreira de escritor e conferencista para se dedicar a apoiar Corinne e divulgar a obra dela por todo o mundo. 

Tal como Corinne e Max Heindel, ele foi um pioneiro da Era do Aquário, não se poupando a esforços para utilizar as suas experiências de vida numa tarefa tão exaltante como desafiadora.

Após a morte do pai de Corinne, o casal Heline comprou uma casa numa colina da Califórnia, à qual chamaram Madonna Crest («Outeiro de Nossa Senhora»), em homenagem à Virgem Maria. Era um local muito aprazível, um santuário de paz e tranquilidade, rodeado por um belo jardim cheio de árvores e flores. Foi aí que ela escreveu a maior parte da sua magnífica obra, e onde dava conferências e cursos, sempre muito concorridos.


Para além dos sete volumes de New Age Bible Interpretation, Corinne Heline escreveu muitos e inspirados livros, como por exemplo Magic Gardens e Star Gates, onde faz referência às quatro Sagradas Celebrações Sasonais — os Solstícios e Equinócios —, que eram sempre celebrados em Madonna Crest com rituais apropriados. 

Tanto nestes como em outros livros que escreveu, Corinne sempre procurou ajudar os investigadores espirituais a manifestarem no plano físico os Templos de Música e de Cura que formarão parte da nova expansão de consciência de Aquário, e respectivos métodos naturais de cura. 

Corinne tinha a capacidade de visitar estes antigos Templos fazendo uso da sua clarividência e da sua consciência expandida, que lhe permitiam aceder aos mundos invisíveis donde trazia os princípios espirituais com que enriquecia os seus livros.

Concluiu os sete volumes de New Age Bible Interpretation em 1954, quando já contava 72 anos. Theodore Heline morreu subitamente em 1971; Corinne poucos anos lhe sobreviveu, tendo transitado em 1975 com a bonita idade de 93 anos. O serviço fúnebre foi celebrado pelo reverendo Gene Sand, amigo do casal e que ensinou durante mais de 50 anos no Centro New Age de Santa Mónica. 

O serviço foi muito belo, segundo relatam testemunhas, e os possuidores de visão espiritual puderam contemplar um maravilhoso agrupamento que veio dar as boas-vindas a Corinne, entre os quais Max Heindel e outros que se haviam devotado a participar na construção do ciclo que agora se encerra. 

Atualmente, Corinne continua a sua obra nos planos superiores como discípula Maior da Hierarquia, para benefício de todos os estudantes e aspirantes que desejam ser instrumentos conscientes no alvorecer da Nova Era.

A importância maior de Corinne Heline como Iniciada Rosacruz é a sua visão do futuro, na qual ela avança para muito além da compreensão limitada de muitos esoteristas, tornando-se pioneira da New Age (Nova Era/Era de Aquário). Entre estes, alguns fundamentalistas não aceitam seus ensinamentos, sob a alegação de que ela “desvirtuou” a linha metafísica de Max Heindel, dando grande importância à figura da Virgem Maria. De acordo com outras vertentes, mais avançadas, o que Corinne Heline fez foi abordar aspectos metafísicos da Vibração Ma, componente da Energia RaMa, que produz os Universos manifestados como matéria consciente.

A Fraternidade Rosacruz


A Fraternidade Rosacruz foi fundada em 1909/11 por Max Heindel com o propósito de promulgar os Ensinamentos Rosacruzes da Escola de Mistérios Menores do Ocidente, a Ordem Rosacruz (que, segundo Max Heindel, é uma Ordem de origem espiritual, nada tendo a ver, portanto, com outras organizações físicas que reivindicam essa denominação). 


A Fraternidade, edificada por Max Heindel como arauto da Era de Aquário, realiza Serviço de Cura Espiritual e proporciona gratuitamente cursos por correspondência em Cristianismo esotérico e Filosofia, Astrologia Espiritual e Interpretação da Bíblia; sua sede internacional está localizada em Monte Ecclesia , Oceanside, Califórnia (Estados Unidos) e os seus estudantes encontram-se por todo o mundo organizados em Centros e Grupos de Estudo.


Os ensinamentos advogados pela Fraternidade Rosacruz sustentam que todas as formas viventes têm origem divina, e que o propósito da vida é a aquisição de experiências a fim de expandir a consciência, através das sucessivas encarnações. Desta forma, o homem teria tido a consciência de um mineral no início do desenvolvimento, e no futuro adquirirá as potencialidades de um deus.

De acordo com Max Heindel, Cristo e Jesus eram seres distintos. Cristo foi o mais elevado iniciado do período Solar e não teve encarnações anteriores, enquanto Jesus é um ser da onda de vida humana (um humano) e o ser mais evoluído que tenha habitado o mundo físico. Como Cristo não teve outra encarnação anterior, a Jesus foi outorgada a missão de construir um corpo denso a fim de que Cristo pudesse funcionar no mundo.

O propósito da vinda de Cristo foi dar início à unificação da humanidade em uma fraternidade universal, assim como existia até a terceira revolução do período terrestre, também chamada de Época Lemúrica, quando a humanidade foi dividida em povos distintos, e foram apresentadas à humanidade a religião de Jeová, ou do Espírito Santo, que são as religiões específicas de um povo, tais como o judaísmo e o hinduísmo. 

Por essa razão, a miscigenação étnica é considerada imprescindível. Devido ao fato de não haver miscigenação dentro da comunidade judaica - um judeu só poderia se casar com uma judia, e vice-versa - foi no povo judeu em que nasceu Jesus Cristo.

Quando a fraternidade universal tiver sido formada, será então apresentada a religião do Pai, que superará até mesmo a fraternidade universal, eliminando o conceito de indivíduo, tornando todos os homens como somente um perante Deus, ao final do Período Terrestre.



Do Livro "O Mistério de Cristo", que culmina a série de 7 volumes sobre Interpretação da Bíblia para a Nova Era, escrito por Corinne Heline e que tem a seguinte dedicatória:

"A Meu Reverendo Instrutor e Amado Amigo MAX HEINDEL quem me apoiou para que empreendera este trabalho e cuja assistência e inspiração há sido incalculável"
  

PRELÚDIO



Se crê comumente que o 25 de dezembro, celebrado como Natal, nos aproxima ao festival espiritual da estação do Solstício de Inverno. Isto não é totalmente certo, pois é só o começo da entrada em um período de profundo significado. Este período de doze dias que vai desde o Natal até a Décima Segunda Noite é o coração do ano que entra. Esses doze dias tem sido chamado muito adequadamente, o Santo dos Santos do ano. Este trabalho está dedicado ao estudante sério dos Mistérios Cristãos, com o fim de ajudar-lhes a obter uma melhor sintonia com as doze forças zodiacais liberadas sobre o planeta nesta temporada.

Cada um dos doze Dias Santos está sob a direta supervisão de uma das doze Hierarquias zodiacais, que projeta sobre o planeta o modelo cósmico do mundo como será uma vez que o trabalho combinado das Hierarquias haja culminado. Também se correlacionam os doze Discípulos com estes doze Dias Santos e igualmente com os doze centros espirituais por meio dos quais operam as doze forças no templo-corpo do homem. Cada estudante sincero, portanto, fará uso deste sagrado período visualizando o trabalho das Hierarquias, meditando sobre a vida e obra dos Discípulos, e dirigindo as radiações espirituais das Hierarquias em direção aos centros do corpo com os que se relacionam. Se é sincero e persiste um ano após outro neste elevado esforço, não deixará de obter a recompensa quanto a um grande desenvolvimento espiritual.

Desde o momento do Solstício de Inverno em que a luz de Cristo entra no coração da Terra, o planeta está impregnado pelas poderosas radiações solsticiais que continuam, ainda que algo diminuídas, durante os doze Dias Santos. Muitas e maravilhosas atividades têm lugar nesta época nos planos sutis. A primitiva Igreja cristã concluía seu ministério esotérico na mística Décima Segunda Noite com o Rito do Batismo, uma de suas mais elevadas Iniciações. Os neófitos modernos que tem obtido a iluminação sabem que é possível entrar em comunhão com os Seres divinos e com o Senhor da Luz. Uma experiência assim foi a que inspirou o Evangelho de João, com freqüência chamado o "Evangelho do Amor."


ÁRIES



O 26 de dezembro está dedicado à hierarquia de Áries, Hierarquia que estabelece o modelo cósmico da vida durante o mês em que o Sol transita pelo signo de Áries. De 20 de março a 21 de abril, Áries projeta sobre o mundo o arquétipo de uma Terra perfeita. O novo céu e a nova Terra que visualizara São João em seu sublime Apocalipse.

Segundo todos os calendários sagrados Áries é o começo do Novo Ano solar. Por isso, se chama o signo da consciência ressuscitada. Quem alcançou este grau de consciência vê somente a divindade em todas as pessoas, coisas, circunstâncias, condições e eventos. O motivo da dedicação durante o período de Áries é "Ver o Lado Divino".

O Discípulo correlacionado com Áries é Tiago, irmão de João. Este foi o primeiro em responder o chamado do discipulado e o primeiro em ir ao martírio, foi um verdadeiro pioneiro espiritual. Durante o mês de Áries o aspirante deveria estudar a vida de Tiago e esforçar-se em emular suas virtudes.

A cabeça é o centro do corpo relacionado com Áries e a Hierarquia projeta o arquétipo da cabeça com todo o seu esplendor. O estudante pode visualizar a cabeça com seus órgãos espirituais despertos e iluminados, funcionando plenamente.
A semente bíblica para meditar em 26 de dezembro e durante o mês solar de Áries, de 20 de março, a 21 de abril provem da citação:


"Vede, Eu faço novas todas as coisas." - Ap. 21:5

TOURO



A dedicação para 27 de dezembro, e durante o mês solar de maio, de 21 de abril a 22 de maio, é à Hierarquia de Touro. Esta é a Hierarquia que preside o reino dos arquétipos cósmicos e projeta sobre a Terra o arquétipo das formas perfeitas. O amor e a harmonia são as forças que fluem continuamente em direção a o planeta.

O Discípulo associado com Touro é André, cuja nota distintiva é a humildade. Este é um dos atributos mais importantes que deveria cultivar cada aspirante. Desenvolvida a certo grau se converte em um tremendo poder anímico.

O centro associado no corpo é a garganta. Nos corpos da Nova Era, a garganta será um centro luminoso do qual emana a Palavra Criadora.

A dedicatória para o 27 de dezembro e para o mês de maio consiste em converter-se a si mesmo em um canal mais perfeito para receber e disseminar o amor e a harmonia em todas as experiências da vida, não importa que sejam alegres ou tristes, exaltadas ou deprimentes.

A semente bíblica para meditar no segundo dos Doze Dias Santos é:
"O que vive em amor vive em Deus." - I João 4.16
Os aspirantes são exortados a meditar no profundo significado desta passagem durante todo o período em que os ritmos vibratórios de Touro fluem à esfera terrestre.



GÊMEOS




A dedicação para 28 de dezembro, e durante o mês solar de junho, é à Hierarquia de Gêmeos. O modelo Cósmico que esta Hierarquia projeta sobre o planeta é de uma grande paz, a paz que sobrepassa a todo entendimento e que é a herança da vindoura raça Cristificada.

As virtudes a serem cultivadas durante o período de Gêmeos são a paz e o equilíbrio a que se refere São Paulo quando disse "Nenhuma destas coisas (do mundo externo) me comovem." Igualmente o salmista canta aos mais elevados atributos de Gêmeos "ele me faz descansar em verdes pastos: ele me leva a águas tranqüilas."

Gêmeos rege as mãos. Estas são visualizadas como centros florais, fragrantes, luminosos e adornadas com preciosos presentes de cura e de benção.

O Discípulo correlacionado com Gêmeos é Tomás quem se identificou tão intimamente com Cristo que suas dúvidas, próprias da mente morta, foram transcendidas por uma compreensão dinâmica dos poderes de Cristo anteriormente latentes dentro dele. Muitos e maravilhosos milagres realizou logo que esta transformação teve lugar.

A semente bíblica para meditar em 28 de dezembro, e durante o mês solar de junho, de 22 de maio a 22 de junho é:

"Sossegai e conhecei que Eu sou Deus." Salmo-46:10

CÂNCER



Dezembro 29 e o mês solar de julho, de junho 22 a julho 23, se dedica à Hierarquia de Câncer, que projeta sobre o planeta o arquétipo da exaltação do divino feminino em toda a criação. Este signo é o lugar da Gloriosa Mãe, um elevado Iniciado da Hierarquia de Câncer. Este Ser, e o princípio que representa, é reconhecido e deificado em todas as religiões mundiais. Áries trata com a vida; Touro com a forma; Gêmeos com a mente; Câncer com a alma - a alma que revela a verdade. Por isso a dedicação deste mês é a conseguir uma luz nunca vista sobre a Terra ou o mar.
Natanael é o Discípulo correlacionado com Câncer. É um místico em quem não existe engano.


O centro do corpo governado por Câncer é o plexo solar, do qual se diz às vezes que é o "sol do estômago". Antes da vinda de Cristo, este centro era considerado um dos mais importantes em relação ao desenvolvimento da Iniciação. Na nova raça Cristificada, o plexo solar será enlaçado novamente com o espírito porque o sistema nervoso simpático será transformado na coluna feminina do templo do corpo humano.

Para o dia 29 de dezembro, e durante o mês solar de julho, esta é a semente bíblica para a meditação:

"Se andamos na luz, como Ele está na Luz, temos comunhão entre nós." - I João1:7

LEÃO



O 30 de dezembro e o mês solar de agosto, de 23 de julho a 24 de agosto, são dedicados à Hierarquia de Leão. O padrão cósmico que esta hoste de Seres celestiais mantêm é o da Terra cheia do poder do amor, pois a sabedoria divina se acha presente em toda a natureza. Toda atividade deveria estar motivada por este poder. Cada pensamento deveria irradiar amor; cada palavra deveria vibrar com amor; cada ato embelezado pelo amor.

Judas é o Discípulo correlacionado com Leão e aqui está indicado o grande poder transformador do amor.

Existe uma íntima relação entre Judas e João. Judas tipifica a personalidade; João, o espírito. Existe um profundo significado no fato de que Judas, o traidor de Cristo, se tirara a vida. A personalidade deve sempre amainar-se para que o espírito possa brilhar. São Paulo exorta aos aspirantes ao Caminho Cristão a que se desfaçam do homem velho e a que se revistam do novo.

Ao ficar a personalidade subordinada ao espírito, a natureza inferior do homem - relacionada completamente com a vida pessoal efêmera - deve morrer como Judas, e ser substituída por esse amor de natureza superior que evidenciou João, o Discípulo Amado, que nunca conheceu a morte e que dos Doze Imortais era o mais próximo ao Mestre.

O centro do corpo associado a Leão é o coração. À medida que este centro desenvolve seus poderes latentes se faz mais e mais poderoso e luminoso, até que sua radiação resulta ser a "estrela matutina que brilha no dia perfeito."

O amor é o tema bíblico para meditar em 30 de dezembro e durante o mês de agosto:

"O amor é o cumprimento da Lei." -- Romanos 13:10

VIRGEM



A dedicação para 31 de dezembro e para o mês solar de setembro, de agosto 24 a setembro 23, é à Hierarquia de Virgem. O amor de Leão conduz ao serviço de Virgem.

Esse divino Ser que conhecemos como a Mãe Divina é o protótipo de todas as Madonas de todas as grandes religiões; ela é a instrutora daquelas altas Iniciadas femininas em certo grau de seu desenvolvimento.

Durante a época em que o raio de Virgem penetra em nossa esfera esta Hierarquia mantém no alto o padrão cósmico de uma Terra limpa e rejuvenescida. Em certo ponto da vereda da realização a pureza torna-se um tremendo poder anímico - ressaltado pelo Senhor Cristo quando disse : "Os puros de coração verão a Deus"

O Discípulo correlacionado com Virgem é Tiago o Justo, irmão de Judas e Simão. Durante muitos anos ele foi reverenciado como a cabeça da primitiva Igreja em Jerusalém e foi bem conhecido por sua pureza de caráter e consagração ao serviço altruísta.

O trato intestinal é o centro do corpo correlacionado com Virgem. O aspirante visualiza o trato intestinal manifestando um perfeito funcionamento.

Do Evangelho de Mateus - Capítulo 23, Versículo 11 - provem a semente bíblica para meditar em 31 de dezembro e durante o mês solar de Virgem:

"Que o maior dentre vós seja o servente de todos."

Os aspirantes ao desenvolvimento interno são urgidos a meditar no profundo significado desta magnífica passagem enquanto a Hierarquia de Virgem interpenetra o planeta.

LIBRA



A dedicatória para Janeiro 1 e o mês solar de Outubro, que vai de setembro 23 a Outubro 24 corresponde à Hierarquia de Libra. O padrão cósmico que esta Hierarquia tem é o de um mundo formoso. Sua marca se vê em cada paisagem, em cada árvore, em cada planta e em toda forma dos reinos da natureza. A beleza e a harmonia são a marca de Libra. Por isso tudo quanto vem sob sua influência expressa esses divinos atributos. Quando a humanidade receba mais completamente sua influência, serão abolidas a enfermidade, a discórdia e a dor.

O Discípulo correlacionado com Libra é Tadeu. Este Discípulo foi o ministro da beleza. Muitos, e de largo alcance, foram os resultados das obras que ele fez.

No corpo humano o centro relacionado com Libra são as glândulas supra-renais. Estas glândulas, quando funcionam adequadamente, criam um absoluto equilíbrio físico e psicológico através de cada órgão e de seus processos.

A meditação para primeiro de Janeiro e para o mês solar de Libra provém de João 8:32.

"E conhecereis a verdade e a verdade os fará livres."

Grandiosos são os significados ocultos desta passagem. O aspirante deveria meditar sobre eles durante o 1º de Janeiro e em cada um dos dias em que Libra enfoca seu ritmo sobre a Terra.

ESCORPIÃO



Para 2 de Janeiro e o mês solar de Novembro, 24 de Outubro a 23 de Novembro, a dedicação é à hierarquia de Escorpião.

O padrão cósmico que esta Hierarquia trabalha para a Terra é a transmutação da matéria em espírito. Por meio deste processo se sublimam as essências da mente e do corpo.

João, o Amado, é o Discípulo correlacionado com Escorpião. A transmutação foi a nota chave de sua vida. Progrediu tão longe na divina ciência da transmutação da matéria em espírito que nunca conheceu a morte.

O centro físico associado a Escorpião é o sistema generativo. No aspirante sincero este se torna o centro da transmutação. Como se disse antes, existe uma estreita correlação entre Judas (a personalidade) e João (o espírito). Judas deve morrer para que João reine supremo.

Também existe conexão entre o coração (Leão) e o sistema generativo (Escorpião). No momento em que domine a personalidade, o primeiro fica sob controle do segundo. Quando a personalidade há sido exaltada na individualidade espiritualizada então rege o coração. No corpo do homem Cristificado a paixão humana foi transmutada no amor divino.

"Benditos os puros de coração: porque eles verão a Deus" Mat. 5:8
Esta é a semente bíblica para meditar em 2 de Janeiro e durante o mês solar de Novembro. Se urge ao aspirante para que se concentre no profundo significado do segundo dia de cada ano novo e enquanto Escorpião flui sobre a Terra.



SAGITÁRIO




A dedicação para 3 de Janeiro e durante o mês solar de dezembro, de Novembro 23 a dezembro 22, é à Hierarquia de Sagitário, os Senhores da Mente. O padrão cósmico mantido por estes gloriosos Seres é o da Terra como um vasto altar irradiando a dourada aura da Suprema Luz do Mundo.

O Discípulo Felipe se correlaciona com Sagitário. Antes de encontrar ao Senhor, não tinha idéia do que significaria em sua vida a mente espiritualizada ou Cristificada. Era essencialmente mentalista antes, mas uma vez que a luz de Cristo se derramou sobre ele teve o mérito de ser contado entre os Doze Imortais.

Sagitário opera por meio do plexo solar, o centro do corpo localizado na base da coluna. O cordão espinhal, que conecta o plexo sacro com o cérebro, tem sido denominado, a "Senda do Discipulado". Quando um aspirante vive a vida motivado unicamente pela pura e santa aspiração, o fogo espinhal enroscado dentro do plexo sacro se desperta e ascende através do cordão espinhal em direção aos dois órgãos espirituais localizados na cabeça, a glândula pineal e a glândula pituitária. Por meio desse processo o homem se Cristifica. Por isso, Sagitário sempre está simbolizado pela Luz, a luz da mente espiritualizada.

Quando as experiências da vida diária são corretamente apropriadas e transmutadas em valores anímicos se convertem em degraus graças aos quais o aspirante obtém sua sintonização com a Luz Divina Universal, a Luz que ilumina a cada homem que vem ao mundo. Desta luz falava o Mestre quando disse:

"Vós sois a luz do mundo". Mat. 5:14

Esta é a semente bíblica para 3 de Janeiro e durante o tempo em que a Hierarquia de Sagitário envia sua vibração à Terra. Indizíveis bênçãos esperam àqueles que meditem nesta promessa.


CAPRICÓRNIO




A dedicatória para 4 de Janeiro e o mês solar de Janeiro, de dezembro 22 a Janeiro 20, é à Hierarquia de Capricórnio, os seres Arcangélicos de quem Cristo é a cabeça, e de quem provem o maravilhoso poder pelo qual o homem mortal se pode elevar a Sua semelhança. É também o signo dos Avatares.

O padrão cósmico que a Hierarquia de Capricórnio mantém é o da vida em seu esplendor, quando o espírito de Cristo se manifeste em toda a humanidade. Então, nosso planeta responderá a sua própria nota musical, entoada primeiro pelos Anjos e Arcanjos naquela Noite Santa quando cantaram "Paz na Terra e boa Vontade entre os homens"

O Discípulo associado a Capricórnio é Simão, irmão de Tiago e de Tadeu. Ainda que Simão fosse próximo ao Senhor por laços familiares, foi relutante em aceitar a divindade do Mestre. Mas quando finalmente foi despertado por Cristo, sua dedicação foi total. Seu único desejo era servir-lhe e nem a vida nem a morte podiam separar-lhe desse ideal.

O centro dual correlacionado com o signo de Capricórnio está localizado nos joelhos. No homem Cristificado esses pontos se tornam gloriosos vórtices de luz.

De Gálatas 4:19 provém a semente bíblica para a meditação em 4 de Janeiro e durante o mês solar de Janeiro.

"Até que o Cristo se forme em vós".

Os aspirantes deveriam meditar sobre a anterior passagem até que seu interno significado se encontre em sintonia com a vibração que a Hierarquia de Capricórnio faz vibrar a Terra.

AQUÁRIO



A dedicação durante o dia 5 de Janeiro e o mês solar de Fevereiro , de 20 de Janeiro a 19 de Fevereiro, é à Hierarquia de Aquário. Durante estes dois períodos esta Hierarquia mantém sobre a Terra um modelo do ideal de Paternidade de Deus e da irmandade do homem, o fundamento para um tipo de amizade destinado a expandir-se até que a todos abarque. Este ideal deveria ser mantido no Santo dos Santos da alma e nunca danificá-lo nem profaná-lo por pensamentos indignos, palavras ou ações. Aquário, o divino aguador, trabalha para que este ideal seja uma realidade.

Através da benigna influência da hierarquia de Aquário, o amor será a força que motivará todas as nossas vidas. Nesse maravilhoso dia a humanidade emancipada demostrará, como São Paulo profetizara, que o amor é o cumprimento da lei. Quer dizer, que cada lei estará fundamentada no amor, e o amor, por sua vez, produzirá o cumprimento de cada lei.

Aquário é o lugar dos Anjos e o anterior descreve adequadamente a vida gozosa desses Seres celestiais.

O Discípulo associado com Aquário é Mateus, o publicano rico e pecador que, ao escutar o chamado de Cristo deixou tudo e O seguiu prazerosamente. Renunciou a todas as suas possessões materiais e mais tarde recebeu como recompensa uma compreensão espiritual que encontrou expressão em seu imortal Evangelho que leva seu nome - uma preciosa herança para toda a humanidade.

Os dois tornozelos são os órgãos duais correlacionados com Aquário. São as duas colunas do templo do corpo do homem e deveriam ser visualizados em coordenado movimento e em forma simétrica.
A semente bíblica para meditar em 5 de Janeiro e durante o mês solar de Fevereiro é João 15:4.


"Vós sois meus amigos".

Se um aspirante se concentra no sutil significado destas breves palavras, e as mantém vivas em sua consciência enquanto a vibração de Aquário impregna a Terra, obterá uma grande iluminação.


PEIXES




A dedicatória para 6 de Janeiro e o mês solar de março, de 19 de Fevereiro a 20 de março, é à Hierarquia de Peixes. Esta é a Hierarquia que trabalha para fazer manifesto o princípio de unificação em toda a criação. Ralph Waldo Emerson deu uma perfeita descrição Pisciana quando disse "O imperfeitoadora minha própria Perfeição. A vida não é uma colcha de retalhos senão uma gloriosa e divina unidade."

Peixes é o último signo prévio ao nascimento do novo ano, período de recapitulação e de autoexame. Marca o final de uma vida anterior e o amanhecer de uma nova. O modelo cósmico que prevalece sobre a Terra através desta Hierarquia é o do homem perfeito, criado à imagem e semelhança de Deus e manifestando a divindade de seu interior. O Homem feito a Semelhança de Deus é a nota chave de Peixes e também de Áries. De fato, o aperfeiçoamento do homem tem sido o divino labor de todas as doze Hierarquias criadoras desde o começo da evolução humana. Quando chegue a seu término, será sob o ministério da hierarquia Pisciana.

Pedro é o Discípulo correlacionado com Peixes - Pedro, o inestável, o homem "onda" quem, depois de haver despertado o Cristo interno por meio da fé, se converteu na Pedra da Iniciação sobre a qual se fundamenta a igreja.

O centro dual do corpo associado a Peixes são os pés e na raça humana este centro tem de ser despertado. Na visão de Fátima, as crianças descreveram particularmente as rosas formosas florescendo nas mãos e nos pés da Bendita Senhora.

Esse corpo, feito à imagem e semelhança de Deus, brotará à luz das estrelas cintilantes, ou flores despertas dentro dos centros vitais. Esse corpo glorioso é o vestido dourado de bodas a que se refere São Paulo como o corpo celeste glorioso. Foi a visão desse luminoso veículo na memória da Natureza que fez a Paulo dizer que "o homem é um poucoinferior aos Anjos" e ainda não é evidente o que ele será.

Para meditar em 6 de Janeiro enquanto o ritmo de Peixes impregna a Terra, e durante o mês solar de março, se tem a seguinte semente bíblica:

"Deus criou o homem a sua imagem e semelhança". Gn 1:27

Durante os Doze Dias Santos que começam no Natal e abarcam as seguintes Doze Noites, a Terra está impregnada pela Luz do Arcanjo Cristo. A fragrância de Sua aura transcendente impregna o planeta com um sutil perfume, como mescla das mais belas rosas e os mais puros lilases. Ainda que a radiante luz seja absorvida lentamente pela Terra nesse sagrado intervalo, faz dessa uma temporada ideal para a dedicação da alma à Senda da Santidade.




Rosa Cruz - Antiga e Mística Ordem Rosa Cruz
video: paulohumbertofilmes


2 comentários:

  1. me emocionei mesmo lindo demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emocionadas estamos nós com a sua linda presença amiga Mariana !
      Obrigada !

      Abraços

      Excluir