quarta-feira, 13 de novembro de 2013

NOSSO DNA POSSUI UMA MENSAGEM CODIFICADA?



Uma chave para o enigma sobre a existência de vida extraterrestre acaba de ser descoberta por nossa ciência e não foi no espaço, mas intrinsecamente em cada molécula de nosso corpo.

Poderiam nosso genes conter um “selo do fabricante” escrito há bilhões de anos em outros lugares de nossa galáxia? Tal grife pode ser uma marca de uma civilização alienígena mestre que nos precedeu há muitos milhões ou bilhões de anos. Como seu legado, eles podem reformulado a Via Láctea em sua própria imagem biológica.


Os cientistas Vladimir I. shCherbak, da Al-Farabi Kazakh Universidade Nacional do Cazaquistão, e Maxim A. Makukov, do Instituto Astrofísico Fesenkov, alegam que um código inteligentemente embutido em nosso genoma trata-se de uma fórmula matemática e semântica, cuja presença não se encaixa na teoria evolucionista darwiniana, muito pelo contrário, a desafia. Eles batizaram a descoberta de “SETI biológico”.

A codificação teria sido criada há milhões ou bilhões de anos atrás, proveniente de algum outro lugar do cosmos, como um tipo de “selo de fabricante” biológico do genoma humano. Um “rótulo personalizado” como a marca de uma civilização extraterrestre ancestral matriz. 

Segundo os pesquisadores, nossos genes possuem a mensagem gravada de forma indestrutível, como um sinal vivo com a possibilidade de detectar extraterrestres muito maior do que uma transmissão extraterrestre transiente de rádio.

Um novo artigo científico publicado na revista Icarus sugere que a melhor maneira para uma civilização extraterrestre se comunicar através das distâncias interestelares é mandar mensagens incorporadas ao código genético. É uma visão interessante da hipótese da Panspermia, uma que os cientistas esperam que leve a um "SETI biológico".

Os autores do artigo, Vladimir Shcherbak e Maxim Makukov, resumem seu argumento assim:


“Uma vez fixado, o código pode permanecer inalterado além das dimensões cosmológicas de tempo. Na verdade, é a mais indestrutível construção conhecida. Por isso, representa um armazenamento excepcionalmente confiável para uma assinatura inteligente. Uma vez que o genoma é apropriadamente reescrito, o novo código com assinatura permanecerá congelado na célula e em sua descendência, podendo então ser enviado através do tempo e espaço.

Para passar no teste do rótulo personalizado, quaisquer padrões no código genético devem ser estatisticamente significativos e possuírem características de inteligência que são inconsistentes com qualquer processo natural conhecido.” 


Em sua análise detalhada, demonstraram através de um gráfico (figura 1), que o genoma humano exibe uma ordem de precisão minuciosa no mapeamento entre os nucleotídeos do DNA e aminoácidos, observando: Arranjos simples do código revelam um conjunto de padrões aritméticos e ideográficos de linguagem simbólica. Isso inclui o uso de notação decimal, transformações lógicas e o uso do símbolo abstrato zero. Precisos e sistemáticos, esses padrões subjacentes aparecem como um produto da lógica de precisão e computação trivial”.

Figura 1 -Grafico ilustrativo do resultado de um processo de sequenciamento do DNA.



A assinatura inteligente, dizem Shcherbak e Makukov, podem ser entregues através do espaço e do tempo. Consequentemente, eles concluem que nosso código genético "pode ter sido inventado fora do sistema solar bilhões de anos atrás".

Para provar a hipótese, cientistas terão de encontrar padrões no DNA que não poderiam ser formados naturalmente. Códigos terrestres, eles dizem, podem "exibir uma ordenada precisão que bate com o critério para ser considerados um sinal informacional". Simples arranjos do código podem revelar uma série de padrões matemáticos e "ideográficos" de linguagem simbólica.

Shcherbak e Makukov não são os primeiros a vir com essa ideia. E, de fato, é uma teoria que está por aí desde os anos 70. Houve alguns esforços anteriores para encontrar algum tipo de código ou mensagem em nosso DNA. Paul Davies recentemente montou a tese para "SETI genômico" em 2010. 

Paul Davies

Segundo Paul Davies: "Nós sabemos agora que o segredo da vida encontra-se não com os ingredientes químicos como tal, mas com a estrutura lógica e arranjo organizacional das moléculas.
… Como um supercomputador, a vida é uma sistema de processamento de informações. …
É o software da célula viva que é o verdadeiro mistério, não o hardware. "

É claro que isso não quer dizer que estejam certos. Há diversas coisas para considerar. Primeiro, não é imediatamente óbvio que de fato a forma mais eficiente de comunicação através das distâncias galáxias seja o DNA. No máximo, parece um método torcido e bastante complexo. E mais, outros esquemas de comunicação, como sondas autoreplicantes ou raios concentrados de laser podem fazer mais sentido. Segundo, a hipótese da Panspermia ainda não foi comprovada. Nesse meio tempo, a seleção natural de Darwin e uma química ainda desconhecida permanecem como os axiomas no comando.

Francis Crick

A afirmação de que esse código genético tenha sido inventado fora do sistema solar há vários bilhões de anos atrás, leva a uma conclusão extremista, já que tal colocação endossa a ideia de panspermia. A Teoria da Panspermia sugere que a Terra tenha sido semeada com vida interestelar. A Panspermia é aceita até por Francis Crick, que foi um dos cientistas que descreveu a estrutura química do DNA. Obviamente uma abordagem inovadora e ousada.


Entretanto, existem outras possibilidades também, como outro conceito ousado de que o universo que observamos tenha sido construído apenas para nós e existe dentro de uma espécie de programa de computador (como conceitualizado através da trilogia cinematográfica Matrix). Portanto, a ideia de que em algum lugar, algum programador escreveu um código genético para a vida em seu universo modelo, é consistente com as sugestões dos autores.

E mesmo que o código genético seja um legado de um grandioso arquiteto extraterrestre, quem então o projetou?


2 comentários:

  1. HOJE SERÁ UM GRANDE DIA DE AMOR,PAZ,HARMONIA E DE EVOLUÇÃO.

    O mundo está atravessando um período de muita incredulidade, de falta de confiança em dias melhores.
    O povo já não sabe no que acreditar, não sabe onde termina a verdade e onde começa a mentira. O caos é total.
    Meus irmãos, na atual conjuntura, é primordial que cada um busque o equilíbrio, busque se interiorizar e fazer uma análise mais profunda do porquê de todo esse sofrimento, de toda essa descrença.
    Olhem ao redor, observem como as criaturas se comportam. Não existe mais sensibilidade para as coisas mais singelas da vida pois, a preocupação principal de todos é com o hoje, com o agora. Não importa que, por causa disso, tenham que pisotear aqueles que porventura cruzarem o seu caminho.
    Então, irmãos, diante de uma atitude francamente materialista, como poderão esperar que haja paz nesse mundo? Se cada ser humano se conscientizasse da sua responsabilidade pela qualidade de vida dos seus irmãos, com certeza, hoje essa já não seria uma morada de sofrimento.
    Amigos, voltem os seus pensamentos para dentro de vocês e procurem tirar de lá o que encontrarem de melhor pois, temos certeza, poderão tornar-se criaturas melhores, desde que tenham força de vontade.
    Dentro de cada um há a essência pura da criação. Portanto, procurem buscá-la e tragam à tona as suas virtudes pois, só assim, estarão dando um passo para um futuro mais cheio de amor, de tranqüilidade e de paz.
    Dependerá de vocês esse futuro, por isso, pensem bem e vejam que não vale a pena continuar persistindo nos mesmos erros, nas mesmas atitudes insanas, incoerentes.
    Vocês já não são tão ignorantes das verdades eternas. Portanto, procurem exemplificar tudo isso através de suas atitudes para com o próximo.
    Um grande abraço e um dia maravilhoso e feliz de paz para toda a humanidade.Obrigado!!!

    ResponderExcluir