quinta-feira, 19 de setembro de 2013

O DNA PODE SER REPROGRAMADO POR PALAVRAS E FREQUÊNCIAS



O DNA humano é uma Internet BIOLÓGICA e superior em muitos aspectos a uma rede artificial. A mais recente pesquisa científica russa, direta ou indiretamente, explica fenômenos como a clarividência, a intuição, atos espontâneos e remotos de cura, auto-cura, as técnicas de afirmação vocal, a luz incomum/aura em torno de pessoas, influência da mente sobre padrões climáticos e muito mais.

Além disso, há evidências de um novo tipo de medicina nas quais o DNA pode ser influenciado e reprogramado por palavras e frequências SEM remover e substituir um único gene, ou sem a prática da medicina invasiva convencional. O resultado foi: "Cromossomos vivos funcionam como  computadores solitonicos / holográficos, usando a radiação laser endógena do DNA.”

Apenas 10% do nosso DNA está sendo usado para construir proteínas. É este subconjunto do DNA que é do interesse dos pesquisadores ocidentais e está sendo examinado e categorizado. Os outros 90% são considerados “DNA lixo”. Os investigadores russos, no entanto, convencidos de que a natureza não produz nada sem uma função específica, juntou-se a linguistas e geneticistas em uma aventura para explorar os 90% de “DNA lixo.” 
Seus resultados, descobertas e conclusões são simplesmente revolucionários! 


De acordo com eles, o nosso DNA não é apenas responsável pela construção de nosso corpo, mas também serve como armazenamento de dados e na comunicação. Os lingüistas russos descobriram que o código genético, especialmente nos aparentemente inúteis 90%, segue as mesmas regras que todas as nossas linguagens humanas. Para este fim, eles compararam as regras da sintaxe (a forma em que as palavras são unidas para frases formulário e sentenças), a semântica (o estudo do significado nas formas de linguagem) e as regras básicas da gramática. Eles descobriram que os alcalinos de nosso DNA seguem uma gramática regular e têm regras do jogo assim como nossas línguas. Línguas para humanos não aparecem por acaso, mas são um reflexo de nosso DNA inerente.

Isto significa, que conseguiram modular, por exemplo, certos padrões de frequência de raio laser e com isso influenciaram a frequência de DNA e, portanto, a própria informação genética. Uma vez que a estrutura básica dos pares de DNA e da linguagem (como explicado anteriormente) são da mesma estrutura, nenhuma decodificação do DNA é necessária. 

Pode-se simplesmente usar palavras e sentenças da linguagem humana! 

Isto, também, foi provado experimentalmente! Substância de DNA vivo (no tecido vivo, não in vitro) sempre reagirá aos raios laser de linguagem moduladas e até às ondas de rádio, se as frequências apropriadas forem  usadas.

Isso explica cientificamente afinal porque  as afirmações, o treinamento autógeno, hipnose e similares podem ter efeitos tão fortes nos humanos e seus corpos. É inteiramente normal e natural para o nosso DNA reagir à linguagem. Enquanto os pesquisadores ocidentais cortam genes únicos de cadeias de DNA e os inserem em outros lugares, os russos entusiasticamente trabalham em dispositivos que podem influenciar o metabolismo celular através de frequências moduladas de rádio e de luz adequadas e assim reparar defeitos genéticos.


Isso representa uma inacreditável revolução e sensação de transformação do mundo! Tudo isto pela simples aplicação da vibração e da linguagem em vez do procedimento de corte arcaico. Esta experiência aponta para o imenso poder das ondas genéticas, que obviamente têm uma influência maior na formação dos organismos do que os processos bioquímicos das sequências alcalinas.

A cura à distância, telepatia ou sensibilidade à distância” sobre o estado de parentes, etc pode ser explicado. Mestres esotéricos e espirituais conheceram por eras que o nosso corpo é programável pela linguagem, palavras e pensamentos. Isso já foi cientificamente provado e explicado. Alguns animais sabem também à distância quando os seus donos planejam voltar para casa ou quando algum acontecimento importante está prestes a acontecer.


A freqüência, é claro, precisa ser correta. E é por isso que nem todos são igualmente bem sucedidos ou podem fazê-lo sempre com a mesma força. 

O indivíduo deve trabalhar nos processos internos e maturidade, a fim de estabelecer uma comunicação consciente com seu próprio DNA. Os pesquisadores russos trabalham em um método que não depende destes fatores, mas sempre funcionará, desde que usem a freqüência correta.

Porém, quanto maior é o desenvolvimento da consciência de um indivíduo, menos ele precisa de qualquer tipo de artifício! Cada um pode alcançar estes resultados por si só, e a ciência pode finalmente parar de rir de tais idéias e confirmar e explicar seus resultados. 


Nós agora sabemos que, assim como na Internet o nosso DNA pode alimentar seus dados apropriados para a rede, pode chamar os dados da rede e podemos estabelecer contato com outros participantes da rede. 

Assim, de acordo com as descobertas, a molécula de DNA é como um antena para nossa consciência e a energia dos nossos pensamentos. Isso poderia explicar a cura espiritual e os milagres biomédicos?

4 comentários:

  1. Eu até acredito que possa ser verdade, mas quais pesquisadores Russos? Onde está o estudo? Foi publicado? Onde? Qual foi a metodologia usada? Não quero ser cético mas sem embasamento são palavras bonitas que talvez se mostrem falsas e tirem a credibilidade do estudo espiritualista.

    ResponderExcluir
  2. Caro Igor Coimbra,
    É um grande prazer sua visita em nosso blog.
    Achamos suas indagações muito pertinentes. Embora o Muito Além não tenha nenhuma pretensão, além do caráter meramente informativo.
    O cientista da matéria é Pjotr Garjajev, biofísico russo e biólogo molecular.
    Como fonte de pesquisa, usamos:
    link:http://quantumpranx.wordpress.com/dna-can-be-influenced-and-reprogrammed-by-words-and-frequencies/

    A matéria é muito mais complexa. Fizemos um breve resumo.
    Agradecemos sua colaboração e SEMPRE estaremos de portas abertas para qualquer indagação.
    Forte abraço!

    ResponderExcluir