terça-feira, 2 de abril de 2013

AS NOSSAS VOZES



AS NOSSAS VOZES

O mundo de hoje fala com muitas vozes.
Desde o levantar da cama quente e desarrumada enquanto se prepara para mais um dia, se dirige aos seus compromissos, cumpre suas tarefas,até voltar para casa, fazer o que deve fazer, voltar para cama; em cada um desses passos estamos expostos as vozes.
Nem sempre são audíveis e sua comunicação é estabelecida em outro nível, mas estão ali: induzindo, oferecendo, relativizando situações aparentemente pavimentados, nos propondo direções.
Algumas reforçam nossa sensação de direito : ” eu mereço”, “eu devo”, “eu quero”. Outras nos ameaçam: “faça, se não…”, “compre, caso contrário…”, “tenha, ou então…” “acredite ou então…” E assim, expostos as vozes do mundo, caminhamos acreditando em nossa própria liberdade de escolha.
Que vozes são essas ? Desde mensagens publicitárias até as informações que consumimos, nosso sistema de crenças, valores, as vezes os anseios que mais sublimamos. São as pessoas que nos relacionamos e nossos pensamentos mais secretos. De um jeito ou de outro, elas estão ali, marcando território, fomentando impulsos, influenciando sutilmente.
O desafio é, em meio a essa teia de informações, mudar o olhar e começar a ouvir a própria voz.
Alguns a chamam de consciência, outros de uma “estranha sensação que me dizia…”; para uns é o sonho da noite passada tão cheio de significado e estranhamente real; para outros aquela sensação de que algo está errado e é preciso mudar o caminho.
Não perca a capacidade de se ouvir.
Aprenda a discernir as vozes que ouve.
Nem todas fazem bem, nem todas são ruins. Outras podem ser boas para outros, não para você. Por isso deixe que passem pelo filtro da alma, pelo crivo da reflexão, pelo juízo da consciência.
Nossas vidas estão interconectadas de várias maneiras e sofrem muito mais influências do que você pode imaginar.
Não vemos, mas sentimos, não ouvimos, mas assimilamos e assim seguimos nossos caminhos, expostos, cansados e manipulados.
O antídoto está em você.
Quanto mais distraído estiver, mais impulsos será. Reconheça-se, exponha-se, enxergue-se, ande conforme sua consciência.
Em meio a tantas vozes e comandos, talvez esteja faltando olhar para dentro e saber que tudo o que procura já existe e mora dentro de você.
É só perceber.

( Flávio Siqueira !)

FONTE: http://flaviosiqueira.com/


2 comentários:

  1. Temos que estar sempre atentos,não seguir nossos
    caminhos aos trancos e barrancos(de qualquer jeito)
    e ouvir somente a voz que vem do interior.
    E dar se conta (EU SOU O TUDO E O TODO).
    Rendo Graças ao Flávio Siqueira e a vocês Amadas!Beijos!!!



    ResponderExcluir
  2. Amada Conceição...

    Gratas pela sua Linda Presença e seu Iluminado comentário !
    Sim ! devemos estar vigilantes e atentos para que outras vozes que chegam ao nosso mental não venham se instalar e nos cegar quanto ao que Somos em Verdade !
    Somos livres desde sempre , eternamente e muito mais além ,para ouvir a voz interior ..." O Coração" !
    E sendo o Coração , cumprimos a nossa missão neste aqui e agora como Faróis de Amor , iluminando à tudo e à todos pelo caminho de volta ao aconchego do Pai...do Amor que habita em nós mesmos .

    Um Iluminado beijo pra si , amada criança do Um !

    ResponderExcluir