domingo, 3 de março de 2013

CONVERSANDO COM DEUS


Livro: Conversando com Deus 

Autor: Neale Donald Walsch

Editora: Agir



Imagine que você pudesse conversar com Deus. 
E, nessa conversa, abordar os temas que mais o inquietam, animam, alegram ou entristecem. Questões das mais íntimas às mais gerais: do amor ao sexo, da vida à morte, da família às relações com o desconhecido.
"Convesando com Deus" constitui um registro preciso da experiência espiritual de Neale Donald Walsch. O autor faz perguntas a Deus e o próprio Senhor responde.
Começou em 1992, quando Walsch, na miséria e perplexo com as frustrações pessoais, senta-se e tenta compor seus pensamentos, daí se põe a escrever um diálogo com o Divino.Faz perguntas sobre a humanidade e aborda vários grandes temas como: anatomia, ciência, ciência política, cosmologia, ecologia, educação e vários outros aspectos da vida.
Embora a experiência fosse um mistério e Walsch, tendo dúvidas consideráveis no início, a fonte desta experiência espiritual é reconhecida por ele como sendo Deus.
"Conversando com Deus" é a coleção definitiva de diálogos, com uma participação muito ativa de Walsch. Por isso, Walsch usou seu próprio nome no livro. Diferente de outros materiais deste tipo, que insistem em seguir uma linha de mensagens definidas para a humanidade, os diálogos de Walsch abordam uma grande variedade de tópicos.
Segundo o livro, em uma analise final, ''existe na verdade somente um de nós'', seres individuais, em uma existência casual são dadas completa liberdade de escolha de seus pensamentos e ações. 
Deus está no pensar, não como um autocrata, separado de sua criação, que controla tudo e está irritado com uma criação decadente, mas como um observador introspectivo das ações de sua criação, nesse drama cósmico alucinante.
Uma das principais abordagens de "Conversando com Deus" é uma análise critica as religiões tradicionais.
Para Walsch não existe punição divina, mas no nível físico da experiência há consequências, que podem resultar na experiência do sofrimento. 
Embora Deus não interfira arbitrariamente em nossas vidas, ele oferece conselhos e sempre falou com sua criação.
Infelizmente, poucos sabem como ouvir realmente.
Deus, de fato, enviou muitos professores em várias épocas da história e para muitas culturas - a maioria deles era ignorada, quando não tinham seus ensinamentos distorcidos ou manipulados.
Deus é absoluto, ama incondicionalmente, e tais noções como o inferno, o dia do julgamento, e a expiação eterna são inflexivelmente negados.
A imortalidade é afirmada, por que nunca existiu um tempo onde a natureza da qual realmente somos não existiu, nem nunca haverá tal tempo.
A morte, de fato, é um retorno para uma forma mais purificada de existência, uma existência que esquecemos quando resolvemos experimentar a existência de uma forma individualizada por um corpo humano.


Um comentário:

  1. Boa Noite,
    Vendo que vocês sugeriram a leitura dos livros "O PODER DO AGORA" E "CONVERSANDO COM DEUS", tomo a liberdade de partilhar com todos que fazem o MUITO ALÉM, esse vídeo maravilhoso, com os autores dos livros.
    Espero que vocês gostem, tanto quanto eu.
    Abraços,
    João da Fonte

    http://www.youtube.com/watch?v=UFr3OvPdpb8&feature=share

    ResponderExcluir